Muricy põe o elenco na parede por mais de 1 hora

A exemplo do que fez no Brasileiro passado, técnico cobra mais empenho do São Paulo nos próximos jogos

Giuliander Carpes, O Estadao de S.Paulo

14 de maio de 2009 | 00h00

Muricy Ramalho surpreendeu ontem os jogadores são-paulinos no CT da Barra Funda. Em vez de colocá-los para fazer um treino físico, reuniu todos em um dos gramados para uma conversa. O "puxão de orelha" durou 1h15. Muricy ficou insatisfeito com a atuação do time na estreia no Campeonato Brasileiro (derrota para o Fluminense por 1 a 0), depois de 18 dias apenas de treinamentos. E contrariou sua filosofia, que é a de não gastar muito tempo com "conversinha", como costuma dizer. Mas a estratégia é parecida com aquela que acordou a equipe e a levou ao título brasileiro do ano passado, logo depois de empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, no segundo turno, em setembro."Foi só uma conversa para a gente melhorar as atuações da equipe", disse Arouca, que vem jogando improvisado na ala-direita. "Às vezes é bom escutar alguma coisa do nosso treinador. Nesse momento uma conversa é até melhor que treino", afirmou Junior Cesar.Assim como no puxão de orelha do ano passado, o São Paulo vem de uma série de más atuações e resultados insuficientes - perdeu quatro dos últimos cinco jogos entre Paulista, Libertadores e Brasileiro. "A cobrança é para melhorarmos a forma como estamos atuando. Os próprios jogadores reconhecem que estão longe do esperado. "Domingo, fomos péssimos", opinou Jorge Wagner, sem poupar insatisfação com o duelo ante o Fluminense. O excesso de lesionados (Rogério Ceni, Rodrigo, André Dias, Zé Luis e Jean) obrigou o treinador a aprofundar ainda mais sua tendência de mudar atletas de posição na última partida. Além de Arouca, que tem jogado na ala-direita, Richarlyson foi utilizado na zaga. "Todo mundo sabe que eu rendo mesmo é como volante, é a posição que me deu prêmios individuais e me levou à seleção brasileira", afirma o jogador. "Mas estou aqui para colaborar. Foi até uma surpresa. Já tinha jogado como zagueiro pela esquerda, mas de quarto zagueiro foi a primeira vez."GRÊMIO CLASSIFICADOO Grêmio garantiu vaga nas quartas de final da Libertadores, ontem, ao derrotar o San Martín por 2 a 0. O próximo adversário é o Caracas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.