Juan Karita/AP
Juan Karita/AP

Muricy Ramalho acaba com folga das estrelas no Santos

Treinador avisa que colocará o time completo contra o Mirassol no sábado

Sanches Filho, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2012 | 03h05

SANTOS - Muricy Ramalho antecipou que o Santos vai jogar completo contra o Mirassol, nesta sábado, às 18h30, na casa do adversário. Ainda irritado com as falhas que o time apresentou na derrota de virada por 2 a 1 contra o The Strongest, quarta-feira, em La Paz, na Bolívia, pela Libertadores, o treinador deixou de lado a excessiva preocupação com contusões de suas principais estrelas e afirmou que não há motivo para deixar ninguém de fora.

"Eles (os jogadores) estão inteiros e todos vão para o jogo", disse. A delegação retornou da Bolívia logo após o jogo em voo fretado e chegou a São Paulo no fim da madrugada de quinta.

Muricy repetiu que embora o Santos tenha sido superior durante todo o jogo, nos dois gols sofridos cometeu erros de posicionamento em jogadas que foram treinadas desde o retorno das férias. "Além disso, ao contrário do combinado, os setores ficaram distantes um do outro."

Apesar de destacar que alguns jogadores sentiram os efeitos da altitude de 3.660 metros de La Paz e até usaram máscara de oxigênio, Muricy sabe que daqui para frente não há mais espaço para desculpas. O próximo jogo é contra o Inter dia 8.

CASO JUAN

O Santos afirma ter identificado e punido quem errou ao não comunicar Muricy, com antecedência, que o lateral-esquerdo Juan deveria cumprir suspensão. O técnico soube da punição no ônibus que levava a delegação para o estádio, e foi obrigado a mudar o time em cima da hora. Segundo o gerente de comunicação Arnaldo Hase, houve uma falha, mas o responsável (a identidade de foi preservada) não será demitido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.