Muricy sofre a 1.ª derrota no Palmeiras

Equipe joga mal, perde do Coritiba por 1 a 0 e vê a liderança ameaçada

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

20 de agosto de 2009 | 00h00

Após três empates por 1 a 1 no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras foi a Curitiba com a missão de conseguir a vitória para abrir vantagem na liderança da competição - não queria outra igualdade. No fim do jogo, nunca desejou tanto repetir os três resultados anteriores. Com um gol de Marcelinho Paraíba aos 45 minutos do segundo tempo, de pênalti, o Coritiba venceu por 1 a 0 e decretou a primeira derrota de Muricy Ramalho com o uniforme alviverde. Com 37 pontos, os paulistas viram a diferença para o segundo colocado (o São Paulo) cair para um ponto e hoje podem perder a liderança caso o Goiás vença o Náutico, no Recife.O Palmeiras reclamou bastante da arbitragem, principalmente no pênalti que não houve e ocasionou o gol rival. Apesar das broncas, faltou futebol para conseguir o triunfo.Muricy Ramalho contrariou todos os seus críticos e surpreendeu na escalação. Mostrou àqueles que o chamam de retranqueiro que sabe também colocar o time no ataque e pôs Daniel Lovinho em jogo, ao lado de Ortigoza e Obina.A formação não teve sucesso e precisou ser refeita por que Pierre foi expulso aos 32 minutos - o volante perdeu a bola e num carrinho acertou o adversário. Antes, Ortigoza teve a melhor chance de gol ao receber de Daniel e chutar para fora.Com o vermelho de Pierre, o Coritiba teve todas as oportunidades de abrir o marcador, mas falhou demais. Márcio Gabriel, de frente para o gol, chutou por cima; Marcelinho Paraíba cabeceou em cima de Bruno. Depois, aos 40, Leandro Donizete fez falta violenta e também levou o vermelho. No fim do primeiro tempo, Obina ainda desperdiçou boa chance de balançar as redes para os visitantes.O Palmeiras sentiu a falta de Diego Souza, suspenso. Sem o atleta ao lado, Cleiton Xavier não rendeu o mesmo que nas últimas rodadas. Faltou, também, alguém que apoiasse com mais perigo pela direita - sem o suspenso Wendel, Muricy não escalou ninguém de ofício na posição e vários jogadores revezaram no local. Muitos erros nas raras finalizações.Foram poucos lances de perigo para ambos os lados. Marcelinho Paraíba, num cruzamento, acertou o travessão. Depois, já aos 44, Thiago Gentil se enroscou com Marcão e o árbitro marcou pênalti, que Marcelinho Paraíba não desperdiçou e colocou o Coritiba um pouco mais longe da zona de descenso.No sábado, o Palmeiras tem importante desafio contra o Internacional, um dos favoritos ao título. Depois, na semana seguinte, encara o São Paulo em ascensão. A liderança, se não perder hoje, segue ameaçada. Já o Coritiba visita no sábado o Santo André, outro time que luta contra o rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.