Muricy vasculha Argentina em busca de um camisa 10

Com a certeza de perder Ganso, Muricy Ramalho já está à procura de um meia armador de qualidade para assumir a camisa 10 santista no supertime que a diretoria promete formar em 2013. Tudo indica que o escolhido será um argentino.

SANCHES FILHO / SANTOS , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2012 | 03h03

"Na Argentina esses números 10 são diferentes. Lá ainda se forma esse tipo de jogador e todo time tem um. Mas a gente vê o jogador numa partida e na seguinte ele não está mais lá. Já foi para a Europa. Alguns chamam a atenção, mas é melhor não falar de nome senão o clube aumenta em 1000% o passe dele", desconversa o treinador.

Logo depois da desclassificação do time na Copa Libertadores, parte da diretoria defendia a ideia de tentar levar Riquelme para a Vila Belmiro. Como o meia argentino demorou a decidir sobre o seu futuro, o assunto caiu no esquecimento. Agora, na iminência de perder de Ganso, Muricy corre para achar um substituto para o meia.

Nem sempre recorrer à base resolve. Pelo menos uma vez por semana, Muricy leva jogadores do Sub-20 para participarem dos coletivos com os profissionais e desde a sua chegada ao clube ainda não viu nenhum garoto,

"Hoje os esquemas táticos até na base são diferentes e por isso ficou difícil formar jogadores mais técnicos para o meio de campo."

Para ele, os meias que estão surgindo na base são corredores e carregadores de bola. "O camisa 10 precisa parar a bola, pensar o jogo e ter qualidade no passe."

Se no Sub-20 há escassez de bons jogadores para o meio de campo, Muricy está impressionando com o número promessas do Sub-17. "Nesse sim tem canhotos habilidosos até demais. São cinco ou seis no mesmo time", afirmou o treinador.

Time. Muricy deixou para anunciar a escalação do Santos pouco antes do início do jogo contra o Coritiba, amanhã, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Com as suspensões de Durval e Felipe Anderson pelo terceiro cartão amarelo e sem Léo, poupado, o treinador será obrigado a fazer três alterações no time.

David Braz, ex-Flamengo, é o mais cotado para formar a dupla de zagueiros com Bruno Rodrigo. Na lateral-esquerda vai voltar Juan. A dúvida do treinador é no meio de campo. Sem substituto do quilate de Paulo Henrique Ganso, Felipe Anderson e Gerson Magrão passaram a disputar a camisa 10.

SANTOS. LEIA MAIS

NOTÍCIAS DO CLUBE NO

estadao.com.br/e/santosfc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.