Marcio Fernandes
Marcio Fernandes

Na briga pelo título, Medina avança no Havaí e vê tropeço de rivais

Filipe Toledo e Adriano de Souza vão para a repescagem 

Paulo Favero, enviado especial ao Havaí, O Estado de S. Paulo

10 de dezembro de 2015 | 18h52

Dos três brasileiros que estão na briga pelo título mundial, dois não se deram bem na primeira fase do Billabong Pipe Masters e vão ter de disputar a repescagem da competição. Se Gabriel Medina avançou diretamente para a terceira fase, ao vencer sua bateria contra o havaiano Keanu Asing e o australiano Wade Carmichael, a mesma sorte não teve Filipe Toledo e Adriano de Souza. O australiano Mick Fanning, líder do ranking, não teve dificuldade para passar em sua bateria, a sexta do dia. Entre os que concorrem ao troféu, ele foi o que pegou a melhor onda, com nota 9,43. 

Filipinho quase virou sua bateria contra o havaiano Jamie O'Brien e o norte-americano Kolohe Andino na última onda, mas o pequeno tubo não foi suficiente para lhe dar uma nota 3 e ele terá de disputar a segunda fase. Já Adriano ficou no caminho na disputa contra Michel Bourez, do Taiti, e o australiano Jack Robinson.

Tanto Filipinho quanto Adriano sabem que um tropeço na próxima fase do Pipe Masters tira suas chances de título mundial. Já Gabriel Medina está na briga e descansa na próxima fase, na expectativa por seu adversário na terceira fase. "O mar está difícil, mas tem boas ondas e consegui vencer minha bateria", afirmou Medina.

Quem também se deu bem na primeira fase foi Italo Ferreira, que não deu chances para o australiano Adrian Buchan e o irlandês Glenn Hall e avançou. Outro brasileiro que entrou na água, Jadson André, teve problemas com suas pranchas, com duas quebras de equipamento, e terá de disputar a repescagem. A competição continua no Havaí e ainda nesta quinta-feira será realizada parte da repescagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.