Na despedida do Brasileirão, Muricy Ramalho aposta no ataque do Santos

SANTOS - Victor Andrade pela direita, Miralles no meio e Neymar na esquerda. Esse foi o ataque armado por Muricy Ramalho no treino técnico desta quinta-feira cedo no CT Rei Pelé e que pode ser confirmado para o clássico contra o Palmeiras, sábado, às 19h30, na Vila Belmiro, no encerramento do Campeonato Brasileiro.

Sanches Filho, O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2012 | 23h48

A dúvida do treinador está entre Pato Rodríguez, que ajudaria Felipe Anderson na armação, e Victor Andrade, para dar maior poder ofensivo. Mas Muricy faz mistério - usou 12 jogadores no time titular no treino de ontem para despistar.

Embora a tendência seja de escalar o time com três atacantes, Muricy também pode optar por quatro jogadores no meio de campo para não deixar a defesa exposta, em razão das ausências de Adriano (suspenso pelo terceiro amarelo) e Henrique submetido a uma cirurgia de púbis). No treino, o setor teve Arouca e Alan Santos, atuando mais presos à zaga, e Felipe Anderson e Pato Rodríguez na armação do time. 

REFORÇOS

Muricy insistiu ontem com a diretoria nas contratações do lateral-esquerdo Mena, da Universidad de Chile, de um armador e um atacante, além de um jogador fora de série para ocupar a vaga de Ganso.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.