Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Na frente nos primeiros rounds, Shogun é nocauteado por Henderson

No UFC de Natal, o brasileiro começou bem, mas foi surpreendido com golpe no nariz

O Estado de S. Paulo

24 de março de 2014 | 09h31

NATAL - Se não valia disputa de cinturão, o UFC de Natal ainda gerava muita expectativa pela luta principal da noite. Dois dos principais nomes da categoria meio-pesados, Maurício Shogun Rua e Dan Henderson protagonizaram uma das maiores lutas do MMA em 2011, vencida em decisão de pontos pelo norte-americano. Neste domingo, no Ginásio Nélio Dias, depois de um início avassalador do brasileiro, Henderson conseguiu reverter a situação e com um direto de direita, nocauteou o curitibano 1m31s.

Após um início de estudo entre os oponentes, Shogun começou o primeiro round mais agressivo. Especialista em wrestling, o norte-americano tentou colocar a luta para baixo, mas um jab do curitibano no final quase levou o combate ao fim. Com mais confiança, Shogun também começou o segundo round com muito gás e conseguiu outra vitória por pontos. Porém, o brasileiro pecou ao querer levar a luta para o chão. Mesmo por baixo, Hendo conseguiu estabilizar o brasileiro.

Com a vitória bem encaminhada para Shogun, Henderson mudou de tática e resolveu partir para cima. Mesmo aos 43 anos, o norte-americano mostrou vitalidade, ao acertar um soco de raspão no brasileiro. Os dois se seguraram por um segundo, mas ao abrir a guarda, Shogun levou um cruzado no nariz que o fez dar uma cambalhota no octógono. Com a queda, Hendo aplicou uma série de golpes em Shogun até a interrupção do árbitro Herb Dean, dando a vitória ao norte-americano quando o relógio marcava 1m31s. O golpe foi tão forte que deixou o nariz do brasileiro inchado.

OUTRAS LUTAS

Na segunda luta do card principal, Cézar Mutante gerava grande expectativa após vir de três vitórias consecutivas. Porém, o pupilo de Vítor Belfort foi nocauteado ainda no primeiro round pelo norte-americano CB Dollaway, quando o relógio marcava apenas 39s. Vencedor do TUF 2, Leo Santos também foi outra decepção para o público presente em Natal. Em luta amarrada, o brasileiro ficou em um empate majoritário (29-27, 28-28 e 28-28) com o norte-irlandês Norman Parke.

Ainda no card principal, Fábio Maldonado levou o público potugar ao delírio. Após sofrer fortes golpes no começo, o brasileiro conseguiu se recuperar e derrotou o norte-americano Gian Villante por decisão unânime. Atração de última hora, Michel Prazeres contou com as duas punições sofridas por Mairbek Taisumov para vencê-lo por decisão unânime (30-25, 30-25 e 30-25). Uma das lutas mais aguardadas da noite, Rony Jason foi outro a conseguir nocaute e superou o norte-americano Steven Siler, ao conseguir um nocaute técnico com apenas 1m17s do primeiro round.

CARD PRELIMINAR

Pelo Card Preliminar gerava-se muita expectativa pela luta do potiguar Ronny Markes. Porém, ele foi nocauteado por Thiago Marreta. Outro anfitrião, Jussier Formiga não decepcionou e com um mata-leão, finalizou o norte-americano Scott Jorgensen ainda no primeiro round. Thiago Perpétuo e Francimar Barroso foram respectivamente derrotados por Kenny Robertson e Hans Stringer. Na primeira luta, quando ainda era tarde, Godofredo Pepey acertou uma voadora para nocauteado o israelense Noad Lahat.

CONFIRA OS RESULTADOS DO UFC DE NATAL:

Card Principal

Maurício Shogun Rua x Dan Henderson - Nocaute técnico

CB Dollaway x Cézar Mutante - Nocaute Técnico  

Leo Santos x Norman Parke - Empate Majoritário

Fábio Maldonado x Gian Villante - Decisão Unânime

Michel Prazeres x Mairbek Taisumov - Decisão Unânime

Rony Jason x Steven Siler - Nocaute Técnico

Card Preliminar

Thiago Marreta x Ronny Markes - Nocaute Técnico 

Jussier Formiga x Scott Jorgensen - Finalização  

Kenny Robertson x Thiago Perpétuo - Finalização

Hans Stringer x Francimar Barroso - Decisão Dividida

Godofredo Pepey x Israel Noad Lahat - Nocaute técnico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.