Na Penha, duelo de boxe acontece nas ruas

?É na sola da bota, é na palma da mão?, canta a todo volume a dupla Hiran e Miguel. É noite de sexta e o barulho de pancadas no chão e de mãos se encontrando é enorme, criando um clima alegre na Parada da Costela, na Penha. Garçons vão de um lado para outro, carregando invariavelmente o prato da casa, farta costela recheada com bacon e lingüiça defumada, prato para duas pessoas a R$ 26,90. Tudo é uma bagunça e ganha ares de surrealismo quando uma tropa de oito pugilistas sai do banheiro.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.