Na volta aos 100m, Bolt sobra e vence eliminatória em Londres com 9s87

Desde que faturou o bicampeonato mundial em Moscou, em agosto de 2013, Usain Bolt só participou de quatro provas de 100 metros, sendo duas de exibição, no Rio. Nesta sexta-feira, o jamaicano mostrou que está de volta. Com chuva, vento contrário e voltando de lesão, fez 9s87 para vencer a segunda bateria eliminatória da etapa de Londres de Diamond League.

Estadão Conteúdo

24 de julho de 2015 | 16h49

Nas últimas duas temporadas, Bolt tem sofrido com lesões. No ano passado, ajudou a Jamaica a ganhar o ouro no revezamento 4x100m nos Jogos da Commonwealth, bateu o (não oficial) recorde mundial indoor com 9s98, em Varsóvia, e não mais correu. Abortou a temporada para se preparar melhor para 2015.

Neste ano, participou de um evento promocional no Rio e, por lesão, desistiu de alguns eventos nos quais estava inscrito. Voltou para vencer os 200m na etapa de Nova York da Diamond League, mas com o seu pior tempo em final desde a prata no Mundial de Osaka, quando se mostrou ao mundo pela primeira vez.

Bolt volta a correr nesta noite londrina, na final dos 100m. Terá como adversários o compatriota Nesta Carter e o americano Michael Rodgers. Confronto contra Justin Gatlin, líder do ranking mundial, só no Mundial.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoUsain Bolt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.