John Walton/AP
John Walton/AP

Nadador britânico quebra recorde mundial dos 100 m peito

Adam Peaty vence seletiva em seu país com o tempo de 57s92

Estadão Conteúdo

17 de abril de 2015 | 17h17

Felipe França e Felipe Lima vão ao Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan (Rússia), em agosto, já sabendo que no máximo brigarão pela medalha de prata. Ao que tudo indica, a de ouro já tem dono. Nesta sexta-feira, o britânico Adam Peaty assombrou o mundo da natação ao vencer a seletiva nacional do seu país com 57s92, batendo o recorde mundial da prova.

Como comparação, o melhor tempo do Troféu Maria Lenk, na semana passada, foi de Felipe Lima, com 59s78. A final no Rio foi vencida por Felipe França com 59s84. As marcas, quase dois segundos mais lentas que a de Peaty, são expressivas - respectivamente a terceira e a sexta do ranking mundial. O antigo recorde era do sul-africano Peter Van der Burgh, que venceu em Londres com 58s46.

Peaty tem apenas 20 anos e, desde 2012, é o único atleta a quebrar recordes mundiais em piscinas de 50 metros. No ano passado, fez o melhor tempo da história nos 50m peito - 26s62. Depois, no Mundial de Piscina Curta, não rendeu da mesma forma, perdendo tanto nos 100m quanto nos 50m peito para Felipe França. Nas duas provas, foi prata.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoAdam Peaty

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.