Nadador expulso por protesto político é recebido como herói

Sérvio Milorad Cavic teve de deixar o Campeonato Europeu por usar uma camisa com a inscrição 'Kosovo é Sérvia'

Efe,

23 de março de 2008 | 14h25

O nadador sérvio Milorad Cavic, campeão nos 50 metros borboleta e suspenso do atual Campeonato Europeu em Eindhoven, na Holanda, foi recebido em Belgrado como um herói por cerca de cem fãs e pelo primeiro-ministro sérvio, Vojislav Kostunica. "Usei a camisa com a inscrição 'Kosovo é Sérvia' para enviar a meu povo energia positiva", disse o nadador ao chegar ao aeroporto de Belgrado, informa a emissora "B92". Cavic, nascido nos Estados Unidos, mas que tem pais sérvios, disse que esperava uma reação enérgica contra seu gesto, mas admitiu que não pensava na suspensão. A Liga Européia de Natação suspendeu Cavic do campeonato de Eindhoven por usar durante a entrega de medalhas a camisa que dizia "Kosovo é Sérvia". A decisão foi considerada "injusta e escandalosa" pelo primeiro-ministro sérvio, Vojislav Kostunica, e pelo presidente do país, Boris Tadic.

Tudo o que sabemos sobre:
NataçãoKosovoSérvia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.