Nadador sérvio causa polêmica com manifestação no pódio

Milorad Cavic vence prova do Europeu de Natação e comemora com camisa contra independência do Kosovo

Agência Estado

20 de março de 2008 | 18h30

O nadador sérvio Milorad Cavic criou polêmica nesta quinta-feira, no Campeonato Europeu de Natação, em Eindhoven, na Holanda. Na premiação pela vitória na prova dos 50 metros borboleta, quando bateu o recorde continental, ele foi ao pódio vestindo uma camiseta com os dizeres "Kosovo é Sérvia". O Comitê Disciplinar da Liga Européia de Natação abriu investigação por considerar que a atitude do nadador sérvio feriu o artigo 15 do código de conduta, que prevê punições para atitudes provocativas dos atletas. Kosovo proclamou unilateralmente a independência da Sérvia no dia 17 de fevereiro e teve sua autonomia reconhecida por países como França e Estados Unidos, apesar dos protestos dos dirigentes sérvios.  Por conta do protesto na camiseta, Cavic pode ser advertido, multado, suspenso ou até excluído da competição. O nadador, que mora nos Estados Unidos, se defende e afirma que está com medo de ser punido, o que poderia tirá-lo da disputa da Olimpíada de Pequim, em agosto. "Não fiz para provocar ódio ou violência", afirmou Cavic. "O país está quebrado e fiz o que fiz para levantar o moral das pessoas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.