Tracey Nearmy/Efe
Tracey Nearmy/Efe

Nadadora australiana pede desculpas por homofobia

Stephanie Rice fez um comentário depreciativo após a vitória da Austrália sobre a África em partida de rúgbi

AE-AP, Agência Estado

08 de setembro de 2010 | 09h46

SYDNEY - Dona de três medalhas de outro olímpicas na natação, Stephanie Rice fez, chorando, um pedido de desculpas nesta quarta-feira pelo comentário homofóbico publicado por ela no Twitter - uma rede de microblogs na internet - no sábado. A australiana caiu em lágrimas durante uma entrevista coletiva, onde ela se desculpou pelo "impensado e descuidado" comentário.

Rice, de 22 anos, fez o comentário depreciativo ("Chupem essas, seus gays") após a vitória no último minuto da Austrália sobre a África em uma partida de rúgbi disputada na cidade de Bloemfontein. A nadadora, que estaria namorando Quade Cooper, da seleção de rúgbi australiana, deletou o comentário posteriormente e se desculpou, dizendo que ela não quis ofender ninguém. Ela disse que convocou uma entrevista coletiva porque sentiu que um pedido de desculpas público também foi necessário.

"Eu devo isso a quem eu ofendi publicamente, dizer que eu estou arrependida. Não quis ofender outras pessoas, não importa quem elas são", disse Rice. "Eu não sou uma pessoa que julga os outros ou fala de uma maneira para machucar as pessoas. Meus comentários foram imprudentes e negligentes, mas posso assegurar que quando eu fiz aqueles comentários no Twitter eu nunca pretendi ofender a ninguém".

O comentário fez com que Rice perdesse um contrato de patrocínio da fabricante de automóveis de luxo Jaguar. "Eu aprendi muito nos últimos dias", disse, nesta quarta-feira. "Eu aprendi que eu devo pensar antes de falar e isso foi uma lição muito importante. Eu também aprendi que algumas coisas que você diz pode significar mais para os outros do que para você".

Rice disse esperar que seu pedido de desculpas ajude a recuperar o apoio do público. "Eu senti que eu deixei um monte de gente triste", disse ela. "Eu só quero que as pessoas saibam como estou arrependida", completou a nadadora, medalhista de ouro nos 200 e nos 400 metros medley, além do revezamento 4 x 200 metros livre na Olimpíada de Pequim, em 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.