Nadadora Dailza Damas morre, aos 50 anos, em SC

A nadadora Dailza Damas, de 50 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira, em Balneário Bombinhas, Santa Catarina, onde morava. Ela sofreu uma parada cardíaca e chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu.Dailza ficou conhecida no Brasil em 1993, quando tornou-se a primeira nadadora do País a fazer a travessia do Canal da Mancha, entre França e Inglaterra, após 19 horas na água. A nadadora começou a carreira tardiamente, aos 28 anos, para incentivar o filho, que sofria de bronquite, a praticar o esporte. No currículo, ela também tinha as travessias do Estreito de Gibraltar - entre África e Europa - e o Lago Titicaca, na Bolívia.Dailza submeteu-se recentemente a uma cirurgia para retirar um tumor no cérebro, e estava em fase de recuperação. O velório e o enterro serão em Apucarana, no norte do Paraná, cidade natal da atleta. Datas e horários ainda não foram divulgados pela família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.