Nadadores têm última chance para Atenas

A partir desta terça-feira, os nadadores brasileiros têm a última oportunidade para garantir uma vaga nos Jogos Olímpicos de Atenas, com o início da 44ª edição do Troféu Brasil, no parque aquático Júlio de Lamare, no Maracanã, Rio de Janeiro. No total, o País já assegurou a participação de 10 atletas, em 11 provas, mas a expectativa é a de que esse número aumente em cerca de 50% nas disputas individuais.Contabilizadas as formações dos revezamentos já classificadas - 4x200m livre feminino; 4x100m e 4x200m livre masculino -, atualmente o Brasil levaria a Atenas 18 nadadores. Mas, com a realização das provas até domingo, as equipes poderão mudar suas configurações, aumentando ou diminuindo o número, dependendo dos qualificados. Nos Jogos de Sydney, em 2000, o País foi representado por 13 atletas.O Troféu Brasil reunirá 405 atletas, distribuídos por 55 clubes, e começará com as eliminatórias masculinas e femininas dos 50m livre e 200m peito, seguidas, pelos 800m livre feminino e os 1500m livre masculino.Os 50m livre masculino promete ser uma das provas mais emocionantes de toda a competição, porque vários nadadores buscam o índice necessário à classificação: 22s51. Fernando Scherer, o Xuxa, com o tempo de 22s40, foi o único que já conseguiu superar a marca exigida. Mas, seu tempo obtido nos Jogos Pan-Americanos de São Domingos, em 2003, pode ser ameaçado por vários atletas, como Carlos Jayme e Nicholas dos Santos, ambos do Pinheiros, além de Jáder Souza, do Euclides Rodrigues, e Edvaldo Valério, da Unisanta.No feminino, Rebeca Gusmão, da AABB de Brasília, está próxima de superar o índice de 25s64, principalmente porque, durante os Jogos Sul-Americanos de Maldonado, ela nadou a prova em 25s74. A atleta é a que tem melhores chances de se qualificar e ficar com a segunda vaga, já que o tempo de Flávia Delaroli, do Pinheiros, é o oitavo melhor do mundo na atualidade (25s39) e dificilmente será superado por outra brasileira.No ranking de títulos do Troféu Brasil, o líder é o Flamengo, com 12 vitórias, seguido pelo Minas Tênis, que tem 7, o atual campeão Pinheiros, com 6, além de Fluminense e Botafogo, ambos com 5.As provas acontecem de terça a domingo e as disputas eliminatórias terão seu início entre 17 e 18 horas, com as finais previstas para o dia posterior, entre 9h30 e 10h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.