Nadal admite que só chegará ao topo quando Federer deixar

A supremacia de Roger Federer é tão grande no tênis mundial que desanima até seus principais rivais. O espanhol Rafael Nadal, atual número 2 do ranking da ATP, admite que chance dele chegar ao topo virá só quando o suíço deixar.Aos 25 anos, Federer lidera o ranking mundial desde fevereiro de 2004. Ao todo, já conquistou nove títulos de torneios de Grand Slam. Só nesta temporada, foram 92 vitórias e apenas cinco derrotas, sendo campeão de 12 das 17 competições que disputou - em outras quatro delas, ficou com o vice.Diante dessa performance, o único que consegue chegar perto de Federer atualmente é Nadal. Mas o espanhol não vê esperanças de desbancar o rival num futuro próximo. "Tenho que estar preparado para quando o suíço diminuir seu ritmo", disse o tenista de 20 anos, em entrevista à televisão Cuatro, da Espanha."Federer está num nível superior aos demais. Acho que ele vai manter esse ritmo por mais um ou dois anos. Não pode agüentar mais do que isso, é muita pressão", avisou Nadal.Atual bicampeão de Roland Garros, Nadal ainda vê pontos de seu jogo que precisam evoluir. "Estou melhorando o saque, mas preciso melhorar mais. Minha direita é bastante segura e tenho que mantê-la assim. Há sempre coisas para melhorar", revelou.Sobre os objetivos para 2007, Nadal contou que seu desejo é estar na Masters Cup de Xangai, torneio no final do ano que reúne os oito melhores tenistas da temporada. "Ficar entre os oito melhores é o que planejo todos os anos", explicou o tenista, feliz pelo que fez em 2006. "Comecei a temporada com uma contusão, mas fui campeão em Roland Garros e cheguei à final de Wimbledon, passando do saibro para o piso de grama em tão pouco tempo e conseguindo me adaptar bem."Depois das festas de fim de ano na Espanha, Nadal deve começar a temporada de 2007 com a disputa do Aberto da Austrália, o primeiro torneio do Grand Slam, que será jogado a partir do dia 15 de janeiro, em Melbourne.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.