Nadal é hexa em Barcelona. Quem para o espanhol?

Número 1 do ranking mundial passeia pelo saibro europeu nos torneios preparatórios para o Aberto da França

, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2011 | 00h00

BARCELONA

Após ser heptacampeão do Masters 1000 de Monte Carlo na semana passada, quando derrotou o também espanhol David Ferrer, Rafael Nadal confirmou mais uma vez sua superioridade ontem, ao vencer novamente o compatriota e conquistar o título do Aberto de Barcelona.

O resultado serviu para Nadal recuperar a soberania da competição. Em sete anos, esta foi a sexta vez em que o número 1 do mundo subiu ao topo do pódio do torneio - apenas na edição do ano passado, quando não participou por causa de uma lesão, viu o tenista Fernando Verdasco levar o título.

Com o 20.º triunfo no saibro nos últimos 21 jogos que disputou, Nadal agora tem 75% de aproveitamento em finais de campeonatos da ATP: são 45 vitórias contra 15 derrotas.

No confronto, que durou 1h49m, o espanhol fez uma brutal demonstração de jogadas ofensivas e mostrou toda sua habilidade em defesas quase impossíveis. Venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4.

No início da confronto, Ferrer confirmou seu saque e ameaçou dar trabalho para o favorito. Porém, já no terceiro game Nadal reagiu e não só reverteu a vantagem como quebrou o serviço do rival três vezes seguidas. O "Touro" sofreu um revés, é verdade, mas em apenas 38 minutos a parcial estava definida: 6/2.

No segundo set, Nadal manteve o embalo e logo abriu vantagem. Com saque mais forçado, o rival conseguiu um ace e chegou a assumir o domínio no sexto game. Mas não por muito tempo. Com toda habilidade, o número 1 se recuperou e quebrou o serviço de Ferrer duas vezes consecutivas, confirmando a vitória.

Ao final da partida, Nadal comemorou muito com os presentes. "É incrível voltar ao meu torneio e aos meus torcedores, depois de não poder disputar no ano passado", disse à televisão espanhola. "Estou muito, muito feliz por vencer, mas lamento por David, que está tendo um ano fantástico e merece um título", acrescentou o tenista.

Feminino. Na final do Torneio de Stuttgart, na Alemanha, a festa foi da representante da casa, Julia Goerges. A número 32 do mundo derrotou ninguém menos do que a dinamarquesa Caroline Wozniacki, líder do ranking.

Sem se intimidar diante da principal candidata ao título, a tenista da casa teve ótimo aproveitamento de saque e não cedeu quebras para a rival. Venceu por 2 sets a 0 em 1h39 de partida.

FENÔMENO

75%

de vitórias em finais de torneios da ATP renderam 45 títulos a Nadal

tenista mais jovem a alcançar 500 vitórias no circuito, atrás apenas do sueco Bjorn Borg

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.