Reprodução
Reprodução

Nadal é o 'campeão dos campeões mundiais', para jornal francês

O espanhol venceu a eleição com folga de mais de 200 pontos sobre o 2.º colocado, Iniesta

Efe

30 de dezembro de 2010 | 11h49

PARIS - O jornal francês L'Équipe elegeu em sua edição desta quinta-feira o tenista espanhol Rafael Nadal o "campeão dos campeões mundiais", desbancando, respectivamente, o jogador de futebol espanhol Andrés Iniesta e o holandês Wesley Sneijder.

"Rafael Nadal reinou na galáxia do tênis", ressalta o diário, que estampou sua capa com uma foto do tenista levantando um troféu. O L'Équipe destaca que Nadal venceu a eleição com folga de mais de 200 pontos sobre o segundo colocado, Iniesta (777 pontos), do Barcelona, e Sneijder (530), da Inter de Milão.

O periódico ressalta a dificuldade enfrentada por Nadal no início do ano, quando uma lesão no joelho o levou a abandonar o Aberto da Austrália nas quartas de final.

Recuperado, o tenista espanhol conquistou seu primeiro torneio em 2010, no saibro de Monte Carlo, apenas em abril. A partir daí, Nadal venceu em Roma e Madri e recuperou seu título em Roland Garros. Apesar da volta das dores no joelho direito, ainda conquistou Wimbledon.

Após abandonar o confronto entre Espanha e França pelas quartas de final da Copa Davis devido à lesão, o atual líder do ranking da ATP finalmente venceu o US Open, único Grand Slam que ainda não havia conquistado.

A publicação dá destaque à rivalidade com o suíço Roger Federer, que desbancou o tenista espanhol na final do Masters de Londres.

O jornal lembra que apesar de Federer ter vencido 16 torneios Grand Slam, contra nove do Miúra, o tenista suíço conquistou oito títulos a menos que o espanhol - 43 contra 35 - até os 24 anos (idade que Nadal tem hoje).

Segundo o L'Équipe, Iniesta ficou com o segundo posto da lista porque, apesar do gol do título mundial da Espanha sobre a Holanda, esteve lesionado "nos momentos cruciais da temporada 2009-2010" com o Barcelona.

Mesmo com o amargo vice-campeonato da Copa do Mundo da África do Sul, Sneijder ficou com a terceira colocação alçado pelo sucesso da Inter de Milão na Liga dos Campeões, no Campeonato Italiano e na Copa da Itália.

Completam os cinco primeiros da lista o pugilista filipino Manny Pacquiao (231 pontos) e o jogador de basquete americano Kevin Durant (195).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.