Nadal é o nº 1. Ao menos até a França

Rafael Nadal garantiu sua permanência no topo do ranking mundial - pelo menos até Roland Garros. Ontem, venceu o croata Marin Cilic (6/1 e 6/3) e conquistou sua vaga nas semifinais de Roma. O espanhol precisou superar uma febre para estar em quadra. Sabia, porém, que se abandonasse o torneio italiano, estaria ainda mais perto de virar o nº 2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.