Nadal faz história com 6ª vitória em Mônaco

Espanhol derrota com facilidade o compatriota Verdasco, quebra jejum de 11 meses sem título e já mira Roland Garros

, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2010 | 00h00

MONTECARLO

O tenista número 3 do mundo, Rafael Nadal, conquistou ontem seu sexto título consecutivo no Masters 1000 de Montecarlo e se tornou o primeiro tenista do mundo a vencer um torneio seis vezes seguidas. O espanhol nascido em Mallorca derrotou o compatriota Fernando Verdasco por 2 a 0 (6-0 e 6-1). Com a vitória, chegou a 16 títulos em Masters 1000, igualou Roger Federer e fica a um de alcançar os 17 do recordista André Agassi.

Nadal, que não havia obtido nenhum título nos últimos 11 meses - depois do Masters de Roma, em maio do ano passado, quando superou o sérvio Novak Djokovic -, venceu sua trigésima segunda partida consecutiva no Principado de Mônaco, sem deixar dúvidas a respeito de sua supremacia no saibro.

Desde o começo, o tetracampeão de Roland Garros impôs seu ritmo a Verdasco, que jogava sua primeira final em um torneio da categoria Masters 1000 e foi incapaz de competir com o nível mostrado por Nadal. "(Você) jogou muito bem, perdão por hoje", disse o campeão a Verdasco, logo depois de completar com uma grande atuação uma semana perfeita em Mônaco.

"Me sinto em casa aqui. Tive minha melhor semana em muito tempo. É inacreditável, este é meu torneio favorito", completou Nadal.

Depois de recorrentes lesões no joelho, o retorno do número três à sua melhor forma chega a um mês do início do torneio de Roland Garros, sua quadra favorita. A disputa em Paris começa em 23 de maio.

"Me custou muito trabalho", disse o campeão, que vinha de derrotas nas semifinais dos Masters de Indian Wells e de Miami, ambos em quadras de cimento. "Este é mais especial porque passei por um ano difícil."

Nadal perdeu apenas 14 games no caminho até seu sexto título no Principado. "No ano passado não joguei bem (em Montecarlo), mas ganhei. Este ano meu nível está completamente diferente. Ganhei com mais facilidade que de costume", avaliou.

Dificuldades. Verdasco chegou à sua primeira final de tal envergadura com um histórico completamente adverso frente a Nadal. Foram nove derrotas na mesma quantidade de partidas disputadas. O sexto pré-classificado foi rapidamente superado pelo adversário, já que Nadal quebrou seu jogo desde o início e não sofreu pontos contra na primeira etapa.

Com queixas de dores no pescoço, Verdasco chegou a receber atendimento médico no fim do primeiro set. Voltou melhor na segunda etapa, conseguiu vencer um game, mas não chegou a surpreender o adversário em nenhum momento. E seus muitos erros entregaram a vitória de bandeja a um inexorável Nadal.

O número três do mundo selou o triunfo em uma direita ganhadora, antes de se jogar no chão para comemorar. Verdasco ainda teve bom humor para fazer piada: "Espero que Rafa se canse de ganhar aqui."

Grand Slam. Os problemas no joelho ficaram no passado. Nadal mostrou em Montecarlo grande rendimento, confiança em sua direita devastadora e ritmo para deixar pelo caminho outros compatriotas especialistas em quadras lentas, como Juan Carlos Ferrer e David Ferrer.

O Grand Slam de Roland Garros parece que terá o melhor Nadal. O tenista nascido em Mallorca crê que tem jogado bem durante toda a temporada. "Voltei à minha melhor forma em 1.º de janeiro. Estava pronto para ganhar mesmo antes deste torneio", afirmou. O rival Verdasco opinou sobre quem poderia desafiar Nadal no saibro este ano. "Creio que Ferrer e Ferrero estão fazendo um ano incrível. Federer também estará lá, seguramente."

MARCAS DE CAMPEÃO

Com a vitória de ontem em Montecarlo, Rafael Nadal fez história: tornou-se o primeiro tenista do mundo a ganhar um torneio seis vezes consecutivas desde que o esporte entrou em sua fase profissional, em 1968

Também igualou a marca de Roger Federer, que soma 16 títulos em Masters, e fica a um título de igualar o recorde mundial de André Agassi, com 17

O espanhol de Mallorca venceu sua 32ª partida consecutiva no Principado de Mônaco e perdeu apenas 14 games ao longo do torneio

Nadal chegou ao seu 26º título em quadra de saibro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.