Nado comemora evolução

O dueto formado por Lara Teixeira e Nayara Figueira celebrou ontem um resultado inédito no nado sincronizado brasileiro: o 10.º lugar da rotina técnica. Foi a primeira vez que uma dupla do País disputou a final da modalidade. "Conseguimos deixar para trás os EUA e a Grã-Bretanha. Isso deixou as meninas superanimadas", afirmou a técnica Andrea Curi. As brasileiras se apresentaram ao som de uma animada batucada e somaram 90.333 pontos. A meta, desde a eliminatória, era alcançar o adversário mais próximo, a Grécia, que alcançou a 9.ª posição por apenas 500 pontos."Na preliminar, ficamos em 11.º entre os 35 duetos. Para a decisão, passaram apenas 12 e miramos a Grécia. Crescemos com isso", acrescentou Curi. Amanhã, às 12 horas, Lara Teixeira e Nayara Figueira caem na piscina para as eliminatórias da rotina livre, quando vão se apresentar ao som do grupo argentino Bajofondo Tango Club.Na disputa por equipes, o Brasil conquistou a 8.ª posição nas eliminatórias da rotina livre combinada. Foi o melhor resultado na disputa - em Melbourne/2007, o grupo ficou em 10.º lugar. O time de oito atletas disputa a final hoje, às 6 horas (no horário de Brasília).

Entrevista com

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.