Nado sincronizado brasileiro chega às finais em Melbourne

A equipe de nado sincronizado do Brasil conseguiu ficar entre as doze que disputarão a final no Mundial de Esportes Aquáticos, realizado em Melbourne, Austrália. Com 88,500 pontos, o Brasil ficou em 11.º lugar e disputará a final nesta quarta-feira. A equipe russa voltou a mostrar superioridade na preliminar, terminando em primeiro, com 98,500 pontos, enquanto as japonesas ficaram em segundo, com 97,667, seguidas pela Espanha, que ocupam o terceiro lugar na classificação para a final, com 96,833 pontos. As americanas conseguiram a quarta posição, na frente da equipe da China. Também garantiram vaga na final Canadá, Itália, Ucrânia, Grécia, França e Suíça. Ficaram de fora Alemanha, México, Austrália, Egito, Coréia e Venezuela. Polo aquático feminino estréia com goleadaA Seleção Brasileira feminina de pólo aquático estreou com vitória no 12.º Mundial de Esportes Aquáticos. As brasileiras golearam Porto Rico por 13 a 2, na manhã desta 2ª feira. Os gols brasileiros foram de Camila Pedrosa (5), Luiza Carvalho (3), Flavia Fernandes (2), Marina Canetti (2) e Melina Teno. Os gols de Porto Rico foram das irmãs Angélica e Amanda Irizarry Ortiz. O Brasil partiu pra cima desde o início e os gols foram saindo naturalmente. Com o placar consolidado, as brasileiras administraram a vantagem. Camila Pedrosa, artilheira do jogo, fez um dos gols mais bonitos da partida, por cobertura, o quarto do Brasil e dela própria, no jogo. Já Luiza Carvalho, que era dúvida para a partida devido ao corte no supercílio direito num jogo-treino contra a China, foi para o jogo e também teve uma ótima atuação."No início, estava um pouco receosa, mas depois que levei uma pancada em cima, que chegou a doer, fui me soltando e com a adrenalina, esqueci de tudo e só queria jogar", disse Luiza, autora de três gols. O Brasil joga agora contra o Canadá, nesta quarta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.