Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Nado sincronizado testa nova geração

O Mundial dos Esportes Aquáticos começa neste domingo, em Montreal, no Canadá, com a participação de atletas de 160 países. Pelo Brasil, Pâmela Engel, Bruna Cavalcanti, Guilherme Bier e Carlos Pavão são os primeiros a cair na água, às 11 horas (horário de Brasília), na prova de cinco quilômetros de Maratona Aquática. Dos quatro, apenas Carlos Pavão esteve no Mundial de Barcelona/2003 (foi 18º colocado nesta mesma prova).O nado sincronizado também fará sua estréia no domingo. Desta vez, sem a gêmeas Isabela e Carolina de Moraes, que estão no Cirque du Soleil e irão participar da cerimônia de abertura. "Elas estão superfelizes", contou Andrea Curi, técnica da equipe brasileira.As gêmeas ficaram janeiro, fevereiro e março em Montreal - local de treinamento do Cirque du Soleil, que roda o mundo todo. Voltaram ao Brasil e mantiveram a forma no Paineiras, onde começaram a carreira. "Elas queriam voltar a treinar coreografias, não agüentavam ficar sem fazer nada, aguardando o circo chamar", revelou Andrea, que treinou as irmãs Moraes desde que tinham 8 anos de idade. Quando pensaram em voltar a treinar para valer, foram chamadas para a abertura do Mundial.Em Barcelona, tanto o dueto quanto a equipe brasileira ficaram em 13º lugar. Na Olimpíada de Atenas/2004, as gêmeas chegaram na 12ª colocação. "A gente até sonha com uma final com a nova geração. Mas as meninas são muito novas, não têm experiência. Estamos fazendo um trabalho a longo prazo, para o Pan/2007", explicou Andrea.No solo, treina a juvenil Nayara Figueira, de 17 anos. "No Brasileiro tem cinco solos bons e ela sempre ganha. Lá fora, em Roma, na primeira competição internacional dela, havia 30 solistas. Ela competiu mal, estava muito nervosa. Olhou para mim e disse: ?Estou apavorada?", admitiu a treinador.O dueto estréia domingo com Carmem Lucia de Moraes e Lara Teixeira no livre, com a música do "Harry Potter" - "Estilo clássico, que agrada os juízes", avaliou Andrea. No dueto técnico, no dia seguinte, apresentam-se ao som da trilha do filme "Cidade de Deus". "Elas estão começando. E vir depois das gêmeas é um peso", disse Andrea.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.