''Não poderia ser melhor o meu retorno''

O primeiro tempo não foi dos melhores. Ainda buscando a readaptação no País, ele apareceu apenas numa tentativa, frustrada, de voleio, e ao sofrer a falta do segundo gol após passar fácil pela marcador. Mas o jogo conta com duas etapas e a decisiva mostrou que Liedson poderá dar alegria ao Corinthians: duas finalizações e dois gols.

Fábio Hecico, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2011 | 00h00

"Com dois gols, não poderia esperar coisa melhor na minha estreia", afirmou o centroavante, que recebeu os parabéns até do técnico Sérgio Ramirez, do Ituano, que o abraçou no fim do confronto. "Centroavante é isso mesmo, passa o jogo todo sem tocar na bola e decide", disse. "Claro, tive a ajuda dos companheiros, o grupo está todo de parabéns. E aqui é minha casa, onde conheço bem."

Maduro e experiente, nada de bater de frente com Ronaldo, com quem pode disputar uma posição. "Quero sempre jogar, poder ajudar, mas Ronaldo é sempre Ronaldo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.