''Não tenho certeza de nada'', diz Ronaldo

Atacante é cauteloso ao falar do futuro e evita fazer promessas

Anelso Paixão e Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

12 de dezembro de 2008 | 00h00

A diretoria do Corinthians pode ter projetos ousados de títulos e retorno financeiro. O torcedor tem direito de sonhar com gols e jogadas geniais. Mas Ronaldo não tira os pés do chão quando fala sobre seu futuro no futebol. "Não tenho certeza nenhuma, de nada, mas a minha vontade é me dedicar ao máximo e tentar chegar o mais próximo da minha melhor fase", admitiu em entrevistas concedidas ontem em vários programas da Rede Globo. "Sei que o início será difícil. Terei dificuldade num primeiro momento. Acredito que, com o tempo, eu possa chegar perto do que já mostrei um dia." A partir das 11h, confira a chegada de Ronaldo Veja as melhores imagens da festa do Corinthians O Corinthians acertou ao contratar o Fenômeno? Ronaldo explica que nada está definido. "Ainda não fizemos um planejamento. Vou fazer todos os exames esta semana", confirmou. "A partir daí, vamos ver como será a pré-temporada e decidir quando será a data de estréia." Dessa forma, tratou de driblar especulação em torno de sua presença já no jogo de abertura do Campeonato Paulista, contra o Barueri, em dia 21 de janeiro, ou mesmo antes, em um amistoso no dia 17 de janeiro (um sábado) diante do Boca Juniors, no Pacaembu.Ronaldo garantiu ainda que não pensa mais no futebol europeu. "Meu planejamento não é voltar para a Europa ou usar o Corinthians como trampolim", avisou. "Já tive uma vida incrível na Europa, jogando lá por 14 anos, e agora a minha intenção é estar aqui no Brasil. Estou fechado com um grande clube e tenho certeza de que a história vai dar certo."Animado com o novo retorno, comentou até a provocação do são-paulino Borges, que disse que a briga pela artilharia será boa. "Vai ser uma briga incrível", reforçou. "Estou voltando de lesão, nada está garantido. Tenho uma história, mas dentro de campo ninguém respeita a história de ninguém. Tem de conquistar novamente."A motivação para insistir, diz Ronaldo, "é a paixão pelo futebol", o desejo de continuar sua história. "É muito amor pelo futebol", garantiu nas aparições no ar. "Por isso sempre lutei para dar a volta por cima."Consciente do desafio, não teme a cobrança da exigente torcida corintiana. "A alegria do corintiano já está compensando qualquer esforço", comentou. "É uma torcida famosa. Tenho certeza de que ela também vai cobrar, mas a cobrança na minha vida sempre esteve presente. Um atleta de alto nível não tem jeito de escapar da cobrança." E já projeta seu encontro com o torcedor alvinegro. "Imagino uma grande festa, com o estádio lotado." O QUE ELE DISSERonaldoAtacante "Meu planejamento não é voltar para a Europa ou usar o Corinthians como trampolim. Já tive uma vida incrível na Europa, jogando lá por 14 anos, e agora a minha intenção é estar aqui no Brasil. Estou fechado com um grande clube e tenho certeza de que a história vai dar certo""Vou fazer todos os exames essa semana (a partir de segunda). A partir daí, vamos ver como será a pré-temporada e decidir quando será a data de estréia""Tenho uma história, mas dentro de campo ninguém respeita a história de ninguém. Tem de conquistar novamente""Tenho certeza de que a torcida também vai cobrar, mas a cobrança na minha vida sempre esteve presente. Um atleta de alto nível não tem como escapar"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.