Napoli desencanta e mantém o segundo lugar

Time voltou a vencer depois de cinco rodadas. Cavani, que não marcava havia oito partidas, fez dois gols

NÁPOLES, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2013 | 02h06

Os atacantes do Napoli reencontraram a rede na hora certa. Com dois gols de Cavani (que não marcava havia oito partias) e um de Pandev (que estava em jejum fazia cinco meses),o time bateu ontem a Atalanta por 3 a 2 em casa e manteve o segundo lugar com dois pontos de vantagem sobre o Milan - que derrotou o Palermo por 2 a 0 com gols de Balotelli.

"Espantamos as bruxas", disse o técnico Walter Mazzarri, aliviado por a equipe ter voltado a vencer depois de cinco rodadas em que havia tido quatro empates e uma derrota.

A partida foi tensa porque o Napoli, como tem sido habitual, perdeu muitas chances de matar o adversário e teve de sofrer até o apito final. Mazzarri foi expulso nos acréscimos por ter reclamado de uma falta marcada para a Atalanta.

"Mais uma vez criamos muitas oportunidades, e só faltava não termos vencido."

Outro problema detectado por ele é a facilidade com que os adversários chegam ao gol.

"Admito que temos sofrido muitos gols. É o preço que estamos pagando por atacarmos muito e jogarmos com a defesa bem adiantada."

El Shaarawy saiu bravo. No San Siro, o Milan teve uma atuação opaca no triunfo sobre o Palermo. Balotelli fez mais dois gols (um deles de pênalti) e chegou a sete no campeonato em apenas seis partidas disputadas.

El Shaarawy jogou mal e saiu de cara feia ao ser substituído por Niang no meio do segundo tempo, indo direto para o vestiário ao invés de acompanhar o resto do jogo do banco de reservas. O técnico Massimiliano Allegri não quis polemizar, e Balotelli encontrou um argumento para defender o companheiro.

"No lugar de El Shaarawy eu teria feito a mesma coisa. Estava muito frio, e a melhor coisa a fazer era ir logo para o vestiário e tomar um banho quente."

A Fiorentina ganhou apertado do Genoa por 3 a 2 e se manteve na quarta colocação. Sob a direção do ex-atacante Vincenzo Montella, o time faz ótima campanha e está na briga por uma vaga na Copa dos Campeões - os três primeiros colocados se classificam para o torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.