Narciso comanda o time contra o Corinthians

Em meio a crise instalada na Academia de Futebol, o elenco do Palmeiras se reapresentou ontem à tarde e hoje faz o primeiro treinamento sem a presença de Luiz Felipe Scolari - Narciso, técnico do sub-20 do clube, vai comandar o time contra o Corinthians, em um jogo em que a equipe precisa de qualquer jeito vencer o rival para conseguir dar início a uma arrancada e deixar a zona de rebaixamento.

O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2012 | 10h13

Logo após a derrota para o Vasco, o discurso entre os jogadores era de encarar o jogo contra o Corinthians como uma decisão, já que mais um resultado negativo faria com que a situação se tornasse praticamente irredutível. Atualmente, o Palmeiras ocupa a penúltima colocação do Brasileiro, com 20 pontos, sete a menos do que o melhor time fora da zona de rebaixamento, o Flamengo.

A expectativa da diretoria é que já neste domingo o torcedor palmeirense possa ver uma equipe diferente no Pacaembu. Alguns jogadores não gostavam de Felipão e devem estar claramente mais aliviados por não serem mais dirigidos pelo treinador. Um deles é Valdivia, que embora tenha selado um acordo de paz com o treinador neste ano, os dois claramente não se davam bem. Entretanto, alguns jogadores, como Marcos Assunção e Henrique, apoiavam Felipão e devem se manifestar nos próximos dias prestando solidariedade ao treinador.

Time reforçado. Narciso comanda a equipe no clássico, mas não deve ser efetivado por ser jovem demais na função. Para enfrentar o Corinthians, o treinador, que dirige o time sub-20 do Palmeiras, terá o elenco quase inteiro a disposição. Não existe nenhum jogador suspenso e Daniel Carvalho, que ainda se recuperava de dores musculares, treinou normalmente ontem e está à disposição para a partida.

O zagueiro Thiago Heleno e o volante João Vitor também voltam, após cumprir suspensão diante do Vasco. Os desfalques serão apenas os jogadores que passaram por cirurgia - casos de Marcos Assunção, Fernandinho e Wesley.

O fato curioso envolvendo Narciso é que ele vai dirigir o Palmeiras justamente contra o time em que ele foi demitido em julho, segundo ele, de forma surpreendente. Ele foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Corinthians, em janeiro, mas após desavenças com dirigentes das categorias de base acabou demitido, embora tivesse contrato até o fim do ano. / D.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.