Nasce em Curitiba a filha de Giba

Momentos depois de passar um enorme sufoco dentro de quadra, durante a partida em que o Brasil venceu a Itália por 3 a 2 pelo vôlei masculino das Olimpíadas de Atenas, na Grécia, o ponta Giba teve ainda mais emoções. Nasceu em Curitiba, às 7h03, na quarta-feira (18), Nicoll Pirv de Godói, sua primeira filha com a jogadora Cristina Pirv. Nicoll nasceu com 50,5 cm pesando 3,485kg após uma hora de parto, realizado pela equipe do médico Carlos Afonso Maestri, na Maternidade Curitiba, na capital paranaense. O parto estava previsto para acontecer entre os dias 29 e 1o de setembro, logo após a final do vôlei masculino nas Olimpíadas de Atenas, mas acabou antecipado, mesmo assim não provocou nenhum problema. Segundo Cristina, que permanece internada em uma suíte da maternidade, as primeiras dores surgiram na noite de segunda-feira (16). "Como estava previsto para o final do mês, pensei que fosse outra coisa, uma dor qualquer", disse. No final da tarde de terça, Cristina ainda acompanhou a partida de seu marido, um dos destaques da seleção, e a emoção e ansiedade provocadas pelo jogo podem ter contribuído com o nascimento de Nicoll."Estava ansiosa antes do jogo e isso pode ter acelerado", afirmou. Com o nascimento de Nicoll, o casal deve ficar um pouco mais no Brasil, mas logo retornará à Europa para a próxima temporada. Giba disputou o Campeonato Italiano pelo time do Piemonte, enquanto Pirv jogou pelo Novara, campeão italiano e da Copa Itália. "Penso em ficar um pouco no País antes de voltar para treinar e me recuperar", disse. Sobre Nicoll, Pirv brincou sobre seu futuro. "Se for jogadora terá ótima impulsão, pois é comprida e magrinha, além de veloz, afinal chegou antes do tempo", disse. Mesmo em continente diferente, Giba acompanhou em um estúdio da Rede Globo na capital grega, os primeiro momentos de sua filha. O atleta viu imagens e conversou com Cristina. "Estou muito feliz, emocionado, espero que todos fiquem bem", afirmou, antes de cair no choro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.