Natação brasileira abre Mare Nostrum com bronze

O Brasil ganhou apenas uma medalha no primeiro dia da etapa de Mônaco do Mare Nostrum, que abre um dos principais circuitos internacionais de natação. O único brasileiro no pódio em Montecarlo foi Leonardo de Deus, bronze nos 200 metros borboleta, com o tempo de 1min57s47. Quarto colocado no ranking mundial da prova, ele ficou atrás do japonês Daiya Seto e do sul-africano Chad Le Clos, ouro e prata, que são, respectivamente, o segundo e o primeiro mais rápidos do ano.

Agência Estado

07 de junho de 2014 | 16h13

Leonardo de Deus viajou para Mônaco como membro da seleção brasileira militar, que levou equipe para o Mare Nostrum. Também militar, Dainara de Paula foi quarta colocada nos 100m borboleta (59s24), voltando a ser derrotada pela dinamarquesa Jeanette Ottsen, que a venceu no Troféu Maria Lenk, em São Paulo. A brasileira é 23.º do ranking mundial, enquanto a rival é a segunda.

Henrique Barbosa também fez final no primeiro dos dois dias de Mare Nostrum em Mônaco, ficando em quinto nos 200m peito. Larissa Martins ainda foi segunda colocada na final B dos 200m livre, o equivalente ao 10.º lugar geral.

PORTO 

Enquanto isso, em Portugal, a seleção brasileira que vai aos Jogos Olímpicos da Juventude, na China, em agosto, participa do Meeting do Porto. Todos os olhos estão voltados para o recordista mundial júnior dos 100m livre Matheus Santana, que venceu os 50m livre com 23s67, ficando longe do seu melhor.

No total, o Brasil, que também é representado no Porto pelas atletas do SESI-SP, ganhou 11 medalhas neste sábado. Ficaram com ouro: Jessica Cavalheiro nos 100m livre (57s59); Luiz Altamir, nos 200m livre (1min51s07); Etiene Medeiros, nos 100m costas (1min03s13); a jovem Viviane Jungblut nos 400m livre (4min19s98); Ana Carla Carvalho, nos 50m costas (33s78); e Giovana Diamanti, nos 50m borboleta (27s55). Giovana e Luiz Altamir, da seleção juvenil, ainda ganharam uma de prata cada um, enquanto Bruna Primati e Andreas Mickoz, também do time que vai à China, faturaram bronze.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.