Natação brasileira ganha medalhas de ouro e bronze na Austrália

Nicholas Santos subiu ao lugar mais alto do pódio nos 50 m borboleta; Felipe Lima também brilhou

AE, Agência Estado

31 de janeiro de 2014 | 12h40

PERTH - A natação brasileira conquistou duas medalhas no primeiro dos dois dias de disputa do BHP Biliton Aquatic Super Series, nesta sexta-feira, na cidade australiana de Perth. Na competição que conta com a participação de nadadores de Austrália, Japão, África do Sul, China e Brasil, Nicholas Santos foi ouro nos 50 metros borboleta e Felipe Lima levou bronze nos 100 metros peito.

Atual campeão mundial dos 50 metros borboleta em piscina curta, Nicholas Santos venceu a prova desta sexta-feira com o tempo de 23s61. Nos 100 metros peito, na qual foi bronze no Mundial de Barcelona no ano passado, Felipe Lima repetiu a dose em Perth. Ele fez o tempo de 1min01s47, sendo superado apenas pelo japonês Yasuhir Koseki (59s94) e pelo australiano Chris Sprenger (1min00s36).

Ao todo, o Brasil mandou 24 nadadores para a competição na Austrália, sendo 18 homens e oito mulheres. Medalhista de prata na Olimpíada de Londres em 2012 - na prova dos 400 metros medley -, Thiago Pereira está entre eles. Nesta sexta-feira, porém, ele conseguiu apenas a sétima colocação nos 200 metros medely, ao fazer 2min02s50 na disputa vencida pelo japonês Kosuke Hagino (1min55s90).

Além das duas medalhas, os destaques brasileiros no primeiro dia da competição que abre a temporada internacional da seleção foram Nicolas Oliveira, quinto colocado nos 100 metros livre (49s91), e Daniele Paoli de Jesus, que também ficou em quinto nos 50 metros borboleta (27s58). Nos revezamentos, o 4x100 metros medley misto e o 4x200 metros livre feminino conseguiram a quarta posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.