Natação brasileira se destaca nos EUA e na Espanha

Brasileiros conquistam duas medalhas de ouro, uma de bronze e um novo recorde sul-americano

Efe

05 de abril de 2008 | 11h17

A natação brasileira conseguiu duas medalhas de ouro, uma de bronze e um novo recorde sul-americano em competições disputadas nos Estados Unidos e na Espanha nesta sexta-feira. Henrique Barbosa chegou ao lugar mais alto do pódio na prova de 200 metros peito do Grand Prix de Stanford, nos EUA, com o tempo de 2min14s. Já Gabriel Mangabeira venceu os 100 metros borboleta no Aberto de Palma de Mallorca, na Espanha, ao completar a prova em 52s85, novo recorde da competição.   Quem também quebrou um recorde na sexta-feira foi Joanna Maranhão, que, mesmo tendo terminado os 200 metros borboleta no Grand Prix de Stanford na quarta colocação, bateu a melhor marca sul-americana - que já era sua -, com o tempo de 2min10s45.   O tempo de Joanna é melhor do que o índice para os Jogos de Pequim, mas não foi alcançado em uma das competições que servem como seletivas brasileiras para o torneio olímpico. Com isso, a nadadora terá uma última de tentar a classificação no Troféu Maria Lenk, que será disputado entre 6 e 11 de maio no Rio de Janeiro.   Por fim, Diogo Yabe também teve um bom desempenho no Aberto de Palma de Mallorca, conquistando o bronze nos 400 metros medley com o tempo de 4min25s58.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.