Natação dá quatro de ouro e Brasil já lidera nos Jogos Sul-Americanos

Atletas já somam juntos 11 medalhas - cinco deles subiram ao lugar mais alto do pódio em Santiago

Nathalia Garcia, enviada especial, O Estado de S. Paulo

07 de março de 2014 | 20h44

Atualizado às 22h para acréscimo de informações

 

SANTIAGO - Antes mesmo da cerimônia de abertura dos Jogos Sul-Americanos, o Brasil soma 11 medalhas - cinco de ouro, uma de prata e cinco de bronze - e lidera o quadro em Santiago, no Chile, nesta sexta-feira. O bom desempenho nas provas de natação colocou o País no topo e com uma boa margem sobre a segunda colocada Argentina, com seis - três de ouro, duas de prata e uma de bronze. O país anfitrião tem duas medalhas e aparece na quinta posição.

 

Mesmo ainda longe das condições físicas ideais, os nadadores brasileiros confirmaram favoritismo diante dos rivais e subiram ao pódio nas oito finais disputadas. As douradas vieram com Felipe Lima nos 100 metros peito, com 1min1s63, Leonardo de Deus nos 200 m costas, Daynara de Paula nos 100 m borboleta e com a equipe de revezamento 4x200 m - formada por Manuella Lyrio, Carolina Queiroz, Jéssica Cavalheiro e Larissa de Oliveira -, que cravou 8min18s34.

 

"Estou me sentindo muito pesado nessa prova ainda. Estou fazendo muita força nos primeiros 50 metros e chego cansado no fim. Isso está atrapalhando", disse Felipe Lima.

 

A única medalha de prata das piscinas veio com Nicolas de Oliveira. Já os bronzes pertencem a Marcus Vinicius de Oliveira nos 800 metros, Manuella Lyrio nos 400 m e Julia Gerotto nos 200 m medley. Henrique Barbosa ficou em quarto na prova vencida por Lima.

 

Mais cedo, o caratê também ajudou a colocar o Brasil na liderança. Wellington Rodrigues bateu o venezuelano Argel Aponte, na categoria acima de 84 kg, por 3 a 1 e faturou a primeira medalha de ouro do País."Fiquei muito feliz com essa medalha, pois para os atletas do caratê os Jogos Sul-americanos ou Pan-americanos são uma espécie de Olimpíada. Espero que essa primeira medalha ajude o Brasil a ser campeão geral dos Jogos Santiago 2014", afirmou.

 

E a carioca Isabela dos Santos ficou com o bronze depois de ser superada pela argentina Veronica Lugo por 1 a 0. Sem adversária na repescagem, Isabela ficou com a terceira posição. Com os resultados no Chile, os brasileiros se garantiram nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015. "É o primeiro grande passo de um grande sonho. Agora já posso pensar em conquistar um título pan-americano. Ser a primeira atleta brasileira a assegurar uma medalha nestes Jogos Sul-Americanos também é muito gratificante, porque estou representando o meu esporte e sei que muitas pessoas no Brasil torcem por nós", festejou.

 

Além do caratê, o País volta às disputas neste sábado em 12 modalidades: ciclismo BMX, hipismo adestramento, esqui aquático, ginástica artística feminina, hóquei sobre grama masculino, lutas masculina, natação, pentatlo moderno feminino, remo, rúgbi, triatlo e vôlei feminino.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Sul-AmericanosnataçãoRio 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.