Natação ganha mais 6 ouros no Sul-Americano

A brasileira Rebeca Gusmão venceu nesta sexta-feira à noite a favorita Flávia Delaroli, nos 100m livre, no Campeonato Sul-Americano de natação, em Maldonado, Uruguai. Rebeca marcou 56s69, contra 57s41 de Flávia, que já tem índice nos 50 metros para a Olimpíada de Atenas, em agosto. Das outras nove provas disputadas, o Brasil garantiu cinco ouros: Natália Grava nos 50m borboleta (28s69), com recorde do campeonato; Eduardo Fischer nos 50m peito (29s26); Felipe Araújo nos 400m livre (3min54s92); Kaio Márcio nos 200m borboleta (1min59s19); no revezamento 4x200m livre masculino (Thiago Pereira, Gustavo Borges,Rodrigo Castro e Bruno Bonfim). Nos 400m medley, Joanna Maranhão terminou em segundo, atrás da argentina Jorgina Bardach (4min45s70), porém, estabeleceu o novo recorde brasileiro da prova (4min46s01) e baixou 37 centésimos da sua melhor marca, estabelecida nos Jogos Pan-Americanos, de São Domingos quando garantiu vaga para a prova na Olimpíada. O índice olímpico é 4min46s42. Nos 200m costas, Laura Crespo terminou em segundo. Já Fabíola Molina, não passou à final, porque foi desclassificada nas eliminatórias da manhã. Nos 800m livre feminino, nenhuma brasileira subiu no pódio. Nayara Ribeiro e Ana Carolina Muniz terminaram em quarto e quinto lugar, respectivamente. Neste sábado, serão realizadas mais dez provas. As nadadoras brasileiras Monique Ferreira e Mariana Brochado fazem mais um duelo no Sul-Americano de Natação, em Maldonado, Uruguai, que vale como seletiva para a Olimpíada de Atenas. Elas disputarão a prova dos 200m livre, que terá eliminatórias às 10h e final, com transmissão da SporTV 2, às 19h. Monique levou a melhor nos 400m livre, quinta-feira, ao vencer a prova e estabelecer o novo recorde sul-americano, com 4min16s74. Mariana foi a terceira colocada na prova, com 4min18s16. Nos 200m medley masculino, duas revelações da natação, Thiago Pereira - que já tem lugar garantido em Atenas - e Lucas Salatta - que está a um segundo do índice olímpico -, prometem boa disputa. Nos 50m livre, Jáder Souza é o favorito, uma vez que a estrela argentina Jose Meolans abriu mão de nadar as provas individuais para ajudar a seleção argentina a tentar vaga nos revezamentos. Neste sábado, Meolans nada o revezamento 4x100m medley. O paraibano Kaio Márcio busca neste domingo nos 100m borboleta a terceira medalha no estilo. Na quinta-feira, ficou em segundo nos 50m e, neste sábado, em primeiro nos 200m. Outros destaques deste sábado: 1.500m livre masculino (Luiz Lima e Bruno Bonfim), 200m peito feminino (Joanna Maranhão e Mariana Katsuno), 4x100m livre feminino, 4x100m medley masculino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.