Natação, judô, vôlei de praia e futebol dominam sábado do Pan

País deve ganhar mais medalhas na disputa dos esportes em que é considerado favorito e domina os adversários

20 de julho de 2007 | 20h15

O Brasil cai na água por mais quatro medalhas neste sábado. E Kaio Márcio é destaque nos 200 m borboleta. Ele já garantiu o ouro nos 100 m borboleta e está bem próximo do seu próprio recorde sul-americano (1min57s38) e do índice olímpico (1min57s67).De olho na Olimpíada de Pequim, o pernambucano já faz planos de treinar nos Estados Unidos ou na Europa. "Será bom, não só para ganhar mais experiência e evoluir, mas para mudar de ares", diz Kaio, que começou a nadar aos 9 anos porque sofria de asma.Na prova feminina, a esperança de medalha é a capixaba Daiene Dias, de 18 anos, estreante no Pan. A garota quer dar a volta por cima após ser apenas a quarta nos 100 m borboleta. "Estava muito nervosa, porque era a minha estréia. Agora, vou mais tranqüila", promete.Os outros brasileiros que lutam por medalhas são Thiago Pereira e Henrique Barbosa, nos 200 m peito. Pereira tem o quinto melhor tempo e Barbosa, o segundo.Já classificada, a seleção masculina de futebol encerra hoje a primeira fase da competição, às 15 horas, contra o Equador, pelo Grupo A. O time sub-17, comandado pelo técnico Lucho Nizzo, está invicto no Pan: duas vitórias, cinco gols marcados e nenhum tomado. O atacante Lulinha, artilheiro do Brasil com 3 gols, está confirmado no time titular. Ainda neste sábado, a Argentina precisa de uma vitória contra a Colômbia, às 12h30, pelo Grupo C, para conquistar uma das vagas.Outras provasÉ neste sábado a disputa da prova de cross-country no Concurso Completo de Equitação. Na pista, um desafio de 5,9 km, com obstáculos que imitam a natureza, como pontes sobre rios e troncos de árvores. Até esta sexta, na prova de adestramento, liderança da equipe americana. O Brasil é terceiro.As provas da categoria estrada, últimas do ciclismo no Pan, começam neste sábado, às 8 horas, no Parque do Flamengo. O feminino terá a família Fernandes: as irmãs Clemilda e Janildes (que foi penúltima na prova de pista nesta sexta) e sua prima Uênia. No masculino, às 13 horas, o Brasil tem Luciano Pagliarini, Otávio Bulgarelli, Rafael Andriato, Renato Martins Seabra e Pedro Nicácio.O esqui aquático do Brasil cai na água da Lagoa Rodrigo de Freitas, com equipe formada por cinco atletas: Juliana Negrão, de 17 anos, a única mulher, Thiago Gerin, Marcelo Giardi (o Marreco) e os irmãos Felipe e Fernando Neves – esse, esperança de medalha. As três provas do esqui aquático do Pan são slalom, salto de rampa e truques. No boxe, os brasileiros entram na disputa por mais seis medalhas. O destaque é o meio-pesado Washington Silva. Outro que tem boas possibilidades é o meio-médio-ligeiro Myke Carvalho. O superpesado Rogério Nogueira, o Minotouro, também estréia.Tênis feminino nas duplasAo lado de Teliana Pereira, Joana Cortez estréia hoje na chave de duplas em busca do tricampeonato – foi ouro em Winnipeg/1999, com Vanessa Menga, e repetiu o pódio em 2003, em Santo Domingo, com Bruna Colósio. Os atletas do tiro esportivo fazem sua última participação no Pan. No Centro Nacional de Tiro, no masculino o dia terá provas de skeet (preliminares às 9 horas e final às 15h30). No feminino, a disputa é na carabina três posições 50 m (preliminares às 9 horas e final às 12h15). Renato Portela e Wilson Zocolote representam o Brasil no masculino – na primeira rodada de classificação, eles ficaram em 18.º e 24.º lugar, respectivamente. A prova feminina terá Simone Rocha.No vôlei de praia, a final feminina acontece às 22 horas, com a dupla brasileira Juliana e Larissa enfrentando as cubanas Fernández e Larrea na Arena de Copacabana.

Tudo o que sabemos sobre:
Pan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.