Natação: Kaio Márcio fica na Paraíba

Kaio Márcio Almeida treina no Esporte Clube Cabo Branco, em João Pessoa, Paraíba. Defende o Nikita/Sesi, de Recife, Pernambuco, de onde vem o seu principal patrocínio (a Chesf, uma companhia hidroelétrica da região). Pelo menos agora, o nadador de 20 anos, 1,75 m e 78 quilos, um especialista no nado borboleta, não quer trocar o Nordeste nem por São Paulo ou Rio e nem pelos Estados Unidos."Não me incomodo em treinar sozinho e estou indo bem", afirmou Kaio Márcio. Na etapa de Belo Horizonte da Copa do Mundo de piscina curta (25 metros), ele bateu o recorde sul-americano nos 200 metros borboleta (1m55s60), com a medalha de prata na prova. Ainda levou mais duas de prata, nos 50 metros (23s31) e nos 100 metros (51s87), ambos borboleta.Kaio Márcio nadou no Flamengo entre 1999 e 2001, mas os velhos problemas do clube carioca com salários e infra-estrutura o fizeram voltar para a Paraíba, onde garante estar feliz - nada e estuda Educação Física. A primeira vez que quebrou o recorde dos 200 metros borboleta em piscina curta foi em 2001, tempo que baixou neste fim de semana. "Agora quero nadar bem no Troféu Brasil", avisou.

Agencia Estado,

20 de fevereiro de 2005 | 15h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.