Natação renova com os Correios

Por R$ 5 milhões a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos vai continuar sendo a patrocinadora oficial da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). O contrato foi renovado pelo período de um ano e uma das novidades é a de que a empresa estatal deixará de ter a exclusividade no patrocínio. O presidente da CBDA, Coaracy Nunes, não escondeu o "alívio" pela renovação do compromisso. Informou que o presidente do Correios, Airton Dipp, está empenhado em arrumar novos parceiros para a entidade. De acordo com o dirigente, o orçamento previsto para este ano é cerca de R$ 7 milhões. "Meu próximo objetivo será o de propor a renovação até o final do governo do presidente Lula (da Silva, Luiz Inácio)", contou Nunes, lembrando que o valor recebido anteriormente era de R$ 4,5 milhões. "Confesso que no início fiquei assustado com a possibilidade de perder esta parceria. Mas agora está tudo bem." Outra novidade do contrato é a realização de um projeto social com alunos de natação da Vila Olímpica da Maré. O complexo é formado por 17 comunidades carentes e é um dos mais violentos do Rio. A parceria entre a CBDA e os Correios perdura desde 1990. E para celebrar a união, quinta-feira, o Ministro das Comunicações, Miro Teixeira, a quem os Correios está subordinado e seu presidente estarão presentes no Troféu Brasil de Natação que está sendo disputado no Parque Aquático Júlio Delamare, no Maracanã, até domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.