Natação: só Joanna Maranhão vai à final

A nadadora australiana Leisel Jones bateu o recorde mundial dos 100 metros, peito, em piscina curta (25 metros) com o tempo de 1min05s09, nesta sexta-feira, em Melbourne, na segunda etapa da Copa do Mundo de Natação. O recorde anterior, 1min05s11, era da sueca Emma Igelstrom, de março deste ano.O norte-americano Michael Phelps confirmou o favoritismo nos 200m, borboleta, com 1min52s27. O novo prodígio da natação ainda deixou a piscina com a medalha de ouro nos 100 m, medley, em 53s30.A pernambucana Joanna Maranhão, do Nikita-Sesi, foi, nesta sexta-feira, a única representante do País a chegar a uma final. Foi a sexta nos 400 m, medley, com 4min43s72 (seu recorde brasileiro é de 4min42s72). A prova foi vencida pela australiana Jennifer Reilly, com 4min37s27. Helen Norfolk, da Nova Zelândia (4min38s92), e Beatrice Caslaru (4min30s99), da Romênia, ficaram com a prata e o bronze, respectivamente.Bruno Bonfim foi o 13º (3min53s26) e Daniel Mendes o 31º (4min01s76), nos 400 m, livre; Rodrigo Castro foi o 11º (49s52) e Daniel Mendes o 53º (53s42) nos 100 m, livre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.