Natália corre contra o tempo para a fase final do Grand Prix

A seleção feminina de vôlei recebe hoje a Itália, pelo Grand Prix, em São Bernardo do Campo, e no lado de fora mais uma vez estará Natália, que se recupera de cirurgia para retirada de um tumor na canela esquerda e ainda não pode entrar em quadra. A ponteira está aos poucos sendo liberada para saltar e conta as horas para ficar 100%.

O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2012 | 03h05

Peça fundamental no esquema do técnico José Roberto Guimarães, ela conta que sofre por não poder ajudar as companheiras e garante que está evoluindo. "Vou voltar aos poucos e estou otimista para poder ir aos Jogos de Londres", afirma a atleta, que ainda não disputou nem uma partida sequer neste ano.

O treinador da seleção está na expectativa e acha que a jogadora não terá condições de atuar nem na fase final do Grand Prix, que será disputado na China. "Vamos com calma, não dá para garantir isso", diz. / PAULO FAVERO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.