Natália Falavigna opera joelho e põe Olimpíada em risco

A medalhista olímpica no tae kwon do Natália Falavigna passou na última sexta-feira por uma cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior e do menisco lateral do joelho direito, no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo. A operação pode tirá-la dos Jogos Olímpicos de Londres.

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2011 | 19h55

De acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a atleta está se recuperando bem do procedimento cirúrgico realizado pelo cirurgião ortopedista Wagner Castropil, que considerou a operação como tendo sido um sucesso. Falavigna já estava parada há um ano por causa de outra cirurgia no joelho.

De acordo com Castropil, o tempo de recuperação da atleta será de aproximadamente seis meses. A Seletiva Mundial para os Jogos Olímpicos, principal competição dela na temporada, porém, acontece em julho, no Azerbaijão. A se confirmar esta previsão, ela não poderá disputar também o Campeonato Mundial e os Jogos Olímpicos Militares do Rio.

Falavigna volta ao Rio de Janeiro já nesta semana e começa o trabalho de recuperação com o fisioterapeuta do COB, Henrique Jatobá. Ela tentará se recuperar a tempo de disputar os Jogos Pan-Americanos, em outubro, e a seletiva pan-americana para a Olimpíada, no final de novembro, ambas em Guadalajara.

A paranaense Natália tem 26 anos e foi medalhista de bronze para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, na categoria acima de 67kg. Em fevereiro, ela foi apresentada como atleta do Fluminense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.