Issei Kato / Reuters
Issei Kato / Reuters

Nathalie Moellhausen avança duas fases no Mundial de Esgrima

Próxima adversária será a russa Violetta Kolobova, décima colocada no ranking mundial

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2018 | 11h10

Nathalie Moellhausen avançou no primeiro dia do Mundial de Esgrima, que está sendo realizado em Wuxi, China. Nesta quinta-feira, a brasileira se colocou entre as 64 competidoras que vão duelar até a definição da campeã na categoria espada no domingo, enquanto William Zeytounlian foi precocemente eliminado no sabre.

+ Atletas mantêm projeto social para ensinar esgrima em Paraisópolis

+ Vítima de tiro no passado, Jovane fecha Mundial como melhor esgrimista do Brasil

Uma das seis participantes do Grupo 2, Nathalie superou Emelie Mumm, da Suécia, Inez Rodrigues, da Espanha, e Nastasja Ristoska, da Macedônia, e perdeu para Anfisa Pochkalova, da Ucrânia, Irina Embrich, da Estônia, e Yana Botvinik, de Israel, nesta quinta.

Esse desempenho, com três vitórias e três derrotas, foi suficiente para colocar Nathalie na fase seguinte do Mundial. E em seu primeiro mata-mata no evento chinês, a brasileira se deu bem, superando Korawan Thanee, da Tailândia, por 15 a 11.

Assim, ela se classificou para a etapa seguinte, que vai envolver 64 esgrimistas. E a sua próxima rival será a russa Violetta Kolobova. A adversária da brasileira está em décimo lugar no ranking da espada, oito posições à frente de Nathalie.

Já William Zeytounlian deixou precocemente a disputa do sabre no Mundial de Esgrima. No Grupo 13, o brasileiro perdeu para o alemão Richard Huebes, o egípcio Mohamed Amer, o chinês Yang Lu, o colombiano Mario Daniel Valbuena, além de Clive Yi Yang Leu, de Cingapura. E só derrotou o chileno Ricardo Alvarez.

Assim, o brasileiro, que ocupa apenas a 211ª posição no ranking do sabre, foi eliminado do Mundial de Esgrima logo na fase de grupos. Sem a presença de brasileiros, o evento do sabre também será concluído no domingo.

 
Tudo o que sabemos sobre:
esgrimaNathalie Moellhausen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.