Náutico vence o Grêmio com gol no final

Até o primeiro minuto dos acréscimos de sua partida contra o Náutico, no Recife, quando Ronaldo Alves marcou o gol da vitória pernambucana, o Grêmio ocupava uma das vagas do G-4 e ia quebrando a escrita de que os times envolvidos em competições paralelas, como a Libertadores e a Copa do Brasil, estão fadados a penar nas últimas colocações do Brasileiro.

O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2012 | 03h05

Mesmo semifinalista da Copa do Brasil, a equipe gaúcha se mantinha no G-4. Mas com o gol do Náutico, o time gaúcho caiu para a 5.ª colocação, com 9 pontos. Melhor para a equipe pernambucana que subiu para 10.º, com 7.

Foi uma partida muito disputada e nervosa nos Aflitos. O Grêmio não chegou a apresentar um bom futebol, e ainda por cima atuou com um jogador a menos nos últimos dez minutos. Já o Náutico começa a crescer na competição, uma vez que seu time vai ganhando mais entrosamento desde que o técnico Gallo assumiu o comando.

Para o Grêmio, que na quarta-feira vai tentar uma missão bastante difícil de reverter a vantagem do Palmeiras e chegar a final da Copa do Brasil, a derrota no fim, exatamente como aconteceu diante dos paulistas no meio da semana, é uma ducha de água fria.

No Paraná, o Coritiba conseguiu uma excelente vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO e jogou o time goiano para a vice-lanterna do campeonato, com apenas 2 pontos. A equipe paranaense pulou para o 10.º lugar, com 6.

O Coritiba abriu o marcador aos 23 minutos de jogo, com Pereira e seu ataque parou por aí na primeira etapa. Mas no segundo tempo, com dois gols em dois minutos - Marcel, aos 26, e Tcheco, aos 27 - o time abriu a folgada vantagem de 3 a 0.

Em Salvador, o Bahia venceu o Sport por 2 a 1, com o gol da vitória saindo apenas aos 40 minutos do segundo tempo. Por causa desse seu primeiro triunfo no campeonato, o time baiano passou a somar 5 pontos e a respirar com mais tranquilidade, já que se distanciou da zona do rebaixamento.

Já a equipe pernambucana, mesmo perdendo o jogo disputado no Pituaçu, também soma 5 pontos, ocupando uma posição acima do rival (13.º e 14.º).

Elias abriu o marcador para o Bahia logo aos 14 minutos de bola rolando. A primeira etapa terminou com a vitória parcial por 1 a 0 da equipe baiana. No segundo tempo, os dois times continuaram a atacar o adversário e aos 24, o Sport finalmente conseguiu o empate com Bruno Aguiar. O jogo continuou disputado e, quando faltavam cinco minutos para o fim, Fahel deu a vitória por 2 a 1 aos baianos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.