Nem apoio de ilustres salva Saretta e Sá

Apoio não faltou. Na arquibancada, Gustavo Kuerten, o nadador Gustavo Borges e a judoca Danielle Zangrando incentivaram Flávio Saretta e André Sá na segunda rodada de duplas do torneio olímpico de tênis. Os brasileiros, porém, jogaram mal e acabaram derrotados por Wayne Black e Kevin Ullyett, do Zimbábue, por 2 sets a 0 (6/3, 6/4). Com a queda da dupla, o Brasil fica sem nenhum representante no tênis, pois Guga e Saretta já haviam sido eliminados em simples. No geral, participação decepcionante: uma vitória e três derrotas. "Tem uns caras que não jogam nada em simples, mas acertam tudo em duplas", comentou Flávio Saretta, fazendo referência à boa atuação dos rivais do Zimbábue, cabeças-de-chave número 4 da competição. "Pô, os caras são carecas e têm idade para ser meu pai. E ainda ganharam da gente." A quadra 2 do complexo olímpico de tênis ficou quase vazia. Tanto que Guga e companhia passaram praticamente despercebidos. No primeiro set, a dupla brasileira teve o serviço quebrado no 4.º game. Na segunda série, começou perdendo, mas conseguiu derrubar o saque dos adversários no 8.º game. Só que, logo em seguida, voltou a desperdiçar o serviço e foi desclassificada. "A gente não se sentiu à vontade em nenhum momento do jogo", admitiu Sá. Saretta, Sá e Guga pretendem ficar amanhã em Atenas para assistir a alguns jogos da Olimpíada. A idéia deles é acompanhar a natação e o vôlei feminino do Brasil, que enfrenta a Itália. Os três devem retornar ao Brasil quinta-feira. "Vou voltar para Florianópolis para descansar e, uns quatro dias antes do US Open, viajo para os Estados Unidos", disse Guga, hoje, bem mais relaxado do que na noite anterior, quando foi eliminado pelo chileno Nicolas Massu. O US Open tem início marcado para o dia 30. Zebra - A rodada de hoje teve uma grande surpresa. O número 1 do mundo, o suíço Roger Federer, caiu diante do tcheco Tomas Berdich, por 2 a 1. Outro favorito, o espanhol Juan Carlos Ferrero, perdeu para o americano Mardy Fish por 2 a 1. No feminino, Venus Williams, a favorita ao ouro, fez duplo 6/0 em Maja Matevzic, da Eslováquia. A grande atração para o público de Atenas, no entanto, foi a presença da grega Eleni Daniilidou no último jogo da quadra central. Por sinal, o único que recebeu lotação máxima até agora. Mesmo com uma contusão na perna esquerda, a tenista da casa bateu, de virada, a búlgara Magdalena Maleeva por 2/6, 6/4 e 6/4, para o delírio dos torcedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.