Ney Franco admite estar pressionado

Apesar de ter levado o São Paulo à liderança do Paulistão, Ney Franco sabe que está pressionado por causa da campanha ruim na Libertadores. E acha que isso influencia o ambiente da equipe. "Toda essa situação interfere bastante no dia a dia, porque treinador e jogadores ficam expostos. Mas acho que o mais difícil já passou. Ainda temos condições de mobilizar a equipe."

O Estado de S.Paulo

20 de março de 2013 | 02h09

Para o vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes, o trabalho do treinador tem de ser avaliado em sua totalidade.

"Ele ganhou um título internacional e foi o melhor no segundo turno do Brasileirão com o São Paulo. Nossa avaliação é positiva, e nem chegamos a discutir a hipótese de substituição do técnico", cortando os rumores sobre o interesse do clube em contratar Mano Menezes ou Muricy Ramalho. / P.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.