Ney Franco deve manter Ganso e Jadson

SÃO PAULO. LEIA MAIS NOTÍCIAS DO CLUBE NO

PAULO FAVERO, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2013 | 02h08

estadao.com.br/e/saopaulofc

O técnico Ney Franco gostou da postura da equipe contra o São Bernardo e promete repetir a dose diante do Bragantino, amanhã. Com isso, o sistema 4-4-2, com Ganso e Jadson no meio, deve ser mantido. "A tendência é essa. Jogamos com a bola no pé, marcamos bem e tivemos uma vitória convincente. Desta forma existe a possibilidade de o Ganso atuar junto com o Jadson", diz o treinador.

Outro que deve ficar como titular é Maicon, que dá uma qualidade maior na saída de bola do São Paulo. "Ele é um volante moderno", continua Ney. Os próprios jogadores reconheceram que a equipe pode ser eficiente nessa formação, depois de o treinador ter escalado três atacantes em alguns momentos e até três zagueiros (como contra o Arsenal, na Argentina). "A equipe teve poucos erros e todo mundo ajudou na marcação. Esperamos fazer um bom jogo na próxima partida e conquistar os três pontos", afirma Rafael Toloi.

Para o zagueiro, o grande segredo foi a dedicação na defesa dos homens da frente, como Ganso, Jadson e Wallyson. "Independente do esquema, se todos ajudarem na marcação, as coisas vão dar certo", conclui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.