Ney Franco em busca de regularidade

Técnico completa nesta quarta-feira um mês à frente do São Paulo

Fernando Faro, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2012 | 03h07

SÃO PAULO - Contratado como solução a longo prazo para finalmente pôr fim à seca de títulos, Ney Franco completa amanhã um mês da sua estreia no São Paulo pressionado pela falta de bons resultados. Em nove jogos à frente da equipe, tem 48% de aproveitamento (quatro vitórias, um empate e quatro derrotas) e convive com uma realidade muito diferente da que imaginou quando assumiu a equipe.

O primeiro e principal problema é a dificuldade para acertar o sistema defensivo, que vem sofrendo muitos gols nas últimas partidas (foram oito nos últimos cinco jogos). Outro ponto que vem tirando o sono são os inúmeros desfalques, sobretudo no ataque. O treinador não pôde contar com Lucas desde que chegou (o jogador estava na Olimpíada) e Luis Fabiano não consegue emplacar uma sequência de jogos seja por lesão ou por cartões.

Mas as mudanças positivas também são notadas. Embora os resultados ainda não tenham aparecido, Ney Franco tem dado importância à parte tática e conseguiu estruturar a marcação da equipe. Se acertar a defesa, seus próximos meses devem ser bem mais tranquilos.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSão Paulo FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.