Neymar assume erro, mas reclama do campo

O craque perdeu de forma constrangedora o pênalti que poderia ter dado ao Brasil a vitória sobre a Colômbia

O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2012 | 02h04

Neymar fez ontem seu 17º gol com a camisa da seleção - é o artilheiro da era Mano Menezes -, mas perdeu a chance de fazer mais um ao cobrar muito mal um pênalti quando o jogo já estava 1 a 1. Seu chute saiu muito alto.

"Foi horrível", admitiu. "Mas o campo não era favorável para uma cobrança de pênalti, porque não dava estabilidade na hora do chute. Até tentei ir mais devagar para a bola, mas não deu certo."

Em sua opinião, o Brasil terminou bem o ano e será uma equipe muito forte em 2013. "Ajeitando alguns detalhes com certeza vamos chegar muito bem para a Copa das Confederações."

Kaká também confia na evolução da equipe. Ele fez ontem seu terceiro jogo com Mano, e disse que é nítido o crescimento coletivo. "A seleçao está ganhando uma cara e ficando muito forte. Espero que 2013 seja um ano de conquistas."

Ele gostou da atuação do time ontem, e acha que só faltou um pouco de pontaria para conseguir a vitória. "A Colômbia é uma seleção muito boa, com jogadores que vem se destacando em seus clubes, e mesmo assim criamos muito mais do que eles. Faltou um golzinho para a gente no primeiro tempo."

A seleção volta a se reunir segunda-feira, mas com um grupo bem diferente do que esteve nos Estados Unidos. Apenas com jogadores de clubes brasileiros, o time começará a se preparar para o jogo de quarta-feira contra a Argentina em Buenos Aires que servirá para decidir quem leva o título do Superclássico das Américas este ano. O Brasil venceu em Goiânia por 2 a 1, e a partida de volta, que seria em Resistencia, não pôde ser disputada porque faltou luz no estádio.

A principal novidade será a presença de Fred, que pavimentou sua volta à seleção com gols e ótimas atuações na campanha que levou o Fluminense ao título brasileiro com três rodadas de antecedência.

O primeiro jogo do Brasil em 2013 será dia 6 de fevereiro em Londres contra a Inglaterra. Depois disso, haverá apenas mais duas datas Fifa (dias 22 e 26 de março) para Mano Menezes ver o time em ação antes de definir o elenco que disputará a Copa das Confederações entre 15 e 30 de junho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.