Neymar comanda vitória do Santos

Atacante faz gol e dá passe para outro nos 4 a 0 sobre o Rio Branco

Bruno Deiro, O Estadao de S.Paulo

19 de março de 2009 | 00h00

Na estreia de Neymar na Vila Belmiro como titular, o Santos só acordou mais uma vez na segunda etapa para golear o Rio Branco (AC), ontem, por 4 a 0. Com um gol e um passe para outro, o garoto de 17 anos garantiu o time na segunda fase da Copa do Brasil e agora só pensa no clássico de domingo, contra o Corinthians. "É o primeiro clássico da minha vida, agora é descansar para chegar inteiro."Principal criador de jogadas do time, o jovem atacante sofreu marcação implacável da defesa do Rio Branco. "Deu mole, os caras chegam mais forte, né? Mas não tentei fazer graça, tentei só segurar a bola ali no fim", afirmou. No primeiro jogo ao lado do atacante Kléber Pereira, Neymar deu um cruzamento perfeito para o artilheiro marcar na partida em que comemorou 100 jogos com a camisa do Santos - com direito a uniforme especial, com o número estampado no peito e nas costas. A partida começou mal para os quase dois mil santistas que ignoraram a chuva e foram à Vila ontem. Mais uma vez, o Santos fez um péssimo primeiro tempo. Sob um forte aguaceiro, a etapa inicial foi marcada pelo domínio do time da Vila, mas faltou objetividade. Nos primeiros 20 minutos, Kléber perdeu quatro boas chances, uma delas bastante clara, e foi só. Mesmo contra um adversário muito frágil, a defesa santista voltou a se mostrar vulnerável em alguns lances. Após o intervalo, o time santista mostrou mais criatividade no ataque. Com o dinamismo que faltou no primeiro tempo, sufocou desde o início e abriu o placar aos 14 minutos. Neymar aproveitou a rebatida da defesa e soltou a bomba da entrada da área, indefensável para o goleiro André. O gol abriu a zaga do time do Acre, facilitando as coisas para o Santos. Aos 17, Pará cruzou para trás e Lúcio Flávio pegou de primeira para ampliar. Seis minutos depois, o mesmo Lúcio Flávio sofreu pênalti. Kléber Pereira bateu na trave, mas Germano pegou o rebote e fez o terceiro.Após a expulsão de Caimmy, a 15 minutos do fim, por agressão a Neymar, o time do técnico Vágner Mancini diminuiu o ritmo. Com atuação discreta, Kléber Pereira conseguiu marcar o seu aos 41. Neymar fez bela jogada na esquerda e cruzou na medida para o camisa 9 definir o placar. Um minuto depois, Fábio Costa ainda defendeu um pênalti para o time santista. Na segunda fase da Copa do Brasil, o adversário do Santos é o CSA, que passou pelo Serra-ES com duas vitórias (3 a 2 fora e 3 a 1 em casa). Na primeira partida, em Maceió, continua valendo a regra da classificação direta do visitante - em caso de vitória por mais de um gol de diferença, não há necessidade do jogo de volta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.