Eduardo Nicolau/AE
Eduardo Nicolau/AE

Neymar diz não se importar com pressão na Olimpíada

Craque comemorou boa atuação contra Bielorrússia. 'Nosso time mostrou que está trabalhando bem'

Mateus Silva Alves, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 16h32

Embora tenha feito um gol na estreia do Brasil nos Jogos Olímpicos, contra o Egito, Neymar foi bastante criticado após aquela partida. O técnico do time egípcio disse que ele precisa jogar mais para o time e Mano Menezes, ainda que de maneira indireta, endossou as críticas.

Pois neste domingo o craque do Santos errou bem menos do que na primeira partida, quando foi desarmado várias vezes, e participou dos três gols da Seleção (fez um, de falta, e deu passes para os outros dois).

Depois dessa ótima atuação, Neymar disse que não se sente nem um pouco incomodado com a cobrança para brilhar sempre. Ele jura que não se importa com a pressão. "Eu não me sinto pressionado, sempre vivi isso na minha vida. E não é só para mim, é para todo grupo a cobrança".

Para entrar no clima olímpico, Neymar, acompanhado por Marcelo, comemorou seu gol imitando o gesto característico do velocista jamaicano Usain Bolt, um dos maiores astros dos Jogos. E saiu de Old Trafford muito satisfeito com o desempenho da seleção. "Foi bom. Nosso time mostrou que está trabalhando bem".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.