Neymar: elogios e vaga no time

Vanderlei Luxemburgo teve de rever rapidamente a ideia de usar Neymar com cuidado para não comprometer sua formação. O pensamento era pôr o garoto em campo apenas em situações favoráveis, com o time na frente do marcador e sem pressão, para que ele pudesse aprimorar sua técnica diferenciada e adquirir mais confiança. Mas, por necessidade, o técnico foi obrigado a alterar o roteiro, na noite de quarta-feira, na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR.Agora ele admite fazer apenas uma mudança no time para enfrentar o Flamengo, domingo, na Vila Belmiro, tirando um dos meias (provavelmente Robson) para Neymar começar como titular. "Não tenho dúvida de que Neymar vai ser um dos grandes jogadores do mundo. Só não pode ter a responsabilidade de resolver todos os problemas do Santos. O gol que ele fez foi muito bonito. Ao fintar o zagueiro, tirou também o goleiro e finalizou com categoria. É muito talentoso e vai dar certo", comemorou Luxemburgo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.