Neymar vai defender título de gol mais bonito

Craque que ganhou o último prêmio com o golaço sobre o Flamengo disputa agora com a "obra" feita contra o Inter

CIRO CAMPOS , O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2012 | 02h07

Neymar virou especialista em fazer golaços. Prova disso é que ele vai defender o título de autor do gol mais bonito do ano. Ontem, a Fifa anunciou que o jogador está entre os dez finalistas do prêmio Ferenc Puskas de 2012 pelo segundo gol da vitória do Santos por 3 a 1 sobre o Inter, em março, em jogo da primeira fase da Taça Libertadores.

No lance, Neymar arranca do campo de defesa, passa por três marcadores e em velocidade dá um leve toque sobre o goleiro Muriel. Naquela noite o camisa 11 também fez os outros dois gols do Santos.

A jogada garantiu ao santista a terceira indicação seguida ao prêmio. A primeira, em 2010, veio por um gol marcado na final do Campeonato Paulista, contra o Santo André, no Pacaembu. Mas o prêmio foi conquistado somente no ano seguinte, graças ao golaço marcado sobre o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro.

Em todos esses lances Neymar seguiu a mesma receita: jogada individual em velocidade, com dribles curtos e finalização na saída do goleiro.

Concorrentes. Entre os outros nove concorrentes ao prêmio de gol mais bonito do ano Neymar tem dois grandes adversários: o argentino Lionel Messi e o colombiano Falcao García. Diferentemente do brasileiro, ambos estão na lista por gols marcados de fora da área.

Os dois jogadores também concorrem com o santista em outro prêmio, o de melhor jogador do mundo em 2012.

Os três nomes estão na pré-lista dos 23 atletas que concorrem à Bola de Ouro.

Coincidentemente o gol que levou a indicação do argentino foi marcado justamente contra Neymar. Em junho, em um amisto entre Argentina e Brasil em Nova Jersey, nos Estados Unidos, Messi fez três gols na vitória da equipe por 4 a 3.

Um deles foi marcado após o jogador do Barcelona driblar o lateral Marcelo e acertar um belo chute de fora da área no ângulo do goleiro Rafael. Ano passado Messi também concorreu ao prêmio. O gol indicado foi marcado na vitória do Barcelona por 3 a 1 sobre o Arsenal pela Copa dos Campeões.

Já o colombiano Radamel Falcao García concorre com um gol de voleio em um amistoso disputado em maio entre o seu clube, o Atlético de Madri, e o América de Cáli, da Colômbia. O time espanhol venceu por 2 a 1.

Completam a lista gols marcados até mesmo em campeonatos de pouca tradição, como o boliviano e o canadense, além de um lance do futebol feminino. O destaque fica para o clube turco Fenerbahçe, que tem dois jogadores entre os indicados: Moussa Sow e Miroslav Stoch.

Eleição. O vencedor deste ano será escolhido em duas etapas de votação aberta no site da Fifa. A primeira vai até o dia 29 de novembro, quando sairão três finalistas. Os nomes vão ser anunciados nesse mesmo dia, em um evento em São Paulo.

Logo depois uma nova votação será aberta, com o resultado final a ser divulgado no dia 7 de janeiro de 2013, na festa de entrega da Bola de Ouro da Fifa na sede da entidade, em Zurique, na Suíça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.